SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE

Concessões nesse programa (Biblioteca Virtual FAPESP)

O SciELO indexa e publica em acesso aberto na Internet uma coleção selecionada de periódicos científicos brasileiros com o objetivo de aumentar a sua visibilidade, acessibilidade, qualidade, uso e impacto.

Iniciado em 1997 de forma piloto, o SciELO passou a operar normalmente no ano seguinte e, hoje, é um modelo de publicação eletrônica de periódicos científicos adotado na publicação de coleções nacionais de periódicos nos países da América Latina e Caribe, Espanha, Portugal e África do Sul. O projeto também opera coleções temáticas em Saúde Pública, Ciências Sociais e Biodiversidade.

Mantido pela FAPESP, o programa SciELO conta com apoio do CNPq e tem sua infraestrutura institucional estabelecida na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) por meio da Fundação de Apoio à UNIFESP (FAPUNIFESP).   

O periódicos que integram o SciELO são selecionados rigorosamente por um comitê editorial composto por 10 membros, sendo 5 editores que representam as áreas de Ciências Agrárias, Biológicas, Exatas, Humanas e Letras, Linguística e Artes, escolhidos entre os editores dos periódicos das respectivas áreas indexados no SciELO Brasil,  4 representantes institucionais da ABEC, CAPES, CNPq e FAPESP e o Coordenador Operacional do SciELO, que coordena o comitê.  Os critérios de indexação do SciELO utilizados para o ingresso e permanência na coleção avaliam o caráter científico do periódico, a obediência às normas bibliográficas, a taxa de aceitação de manuscritos, o número de artigos originais publicados, a periodicidade, pontualidade, o desempenho em termos de citações recebidas e a representatividade institucional e geográfica do corpo editorial.  O comitê reúne-se 4 vezes ao ano. 

Mais informação:

 
Bibliografia:

PACKER, AL. Os periódicos brasileiros e a comunicação da pesquisa nacional. Revista USP, 2011, vol. 86, p. 26-61. Available from: www.usp.br/revistausp/89/03-abel.pdf
PACKER, AL. The SciELO Open Access: a Gold Way from the South. Canadian Journal of Higher Education, 2009, vol. 39, n.3, p. 111-126. Available from: http://ojs.library.ubc.ca/index.php/cjhe/article/view/479
MENEGHINI, R., and PACKER, AL. Is there science beyond English? EMBO Reports, 2007, vol. 8, p. 112-116. Available from:  www.nature.com/embor/journal/v8/n2/full/7400906.html
PACKER, AL., and MENEGHINI, R. Learning to communicate science in developing countries. Interciencia (Caracas), 2007, vol. 32, n.9, p. 643-647. Available from:  www.scielo.org.ve/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0378-18442007000900014&lng=en&nrm=iso&ignore=.html
PACKER, AL., et al. El modelo SciELO de publicación científica de calidad em acceso abierto. In BABINI, D., and FRAGA, J., (comp.)(org.). Edición electrónica, bibliotecas virtuales y portales para las ciencias sociales en América Latina y El Caribe [online]. Buenos Aires: CLACSO, 2006. Available from: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/secret/babini/Parcker%20Part%20Lucisano.pdf
MENEGHINI, R., MUGNAINI, R., and PACKER, AL. International versus national oriented Brazilian scientific journals. A scientometric analysis based on SciELO and JCR-ISI databases. Scientometrics, 2006, vol. 69, p. 529-538. Available from: www.springerlink.com/content/xw6279h463534322
MENEGHINI, R. O projeto Scielo (Scientific Electronic Library on Line) e a visibilidade da literatura científica "Periférica". Química Nova, 2003, vol.26, n.2,  p. 156 - 157. Available from: www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-40422003000200001&script=sci_arttext&tlng=es
ALONSO, WJ., and FERNÁNDEZ-JURICIC, E. Regional network raises profile of local journals. Nature [online], 2002, n. 415. Available from: www.nature.com/nature/journal/v415/n6871/index.html
PACKER, AL., et al. SciELO: uma metodologia para publicação eletrônica. Ciência da Informação, 1998, vol. 27, n. 2. Available from: www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19651998000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=pt