Sobre Onur Güntürkün

Prof. Dr. Onur Güntürkün 

Psicologia Biológica, University of Bochum, Alemanha
 
Em 2013, Onur Güntürkün recebeu o Prêmio Leibniz como um dos pioneiros da psicologia biológica e um dos mais importantes representantes de sua área. O seu objetivo fundamental é entender como a percepção, o pensamento e a ação surgem no cérebro. Na busca dessa meta, ele examinou uma variedade de tópicos e objetos, como desenvolvimento motor, medo, processos de tomadas de decisões, riscos e beijos. O trabalho de Güntürkün é caracterizado pela junção de questões, conceitos e descobertas psicológicas, biológicas e neuroanatômicas do behaviorismo comparativo e das neurociências. Por exemplo, ele trabalhou com gralhas para demonstrar que, apesar dos pássaros não terem um córtex cerebral, eles têm a mesma habilidade que os primatas para reconhecerem a si mesmos em um espelho e por isso podem desenvolver algo semelhante a um conceito de self. A partir dessa descoberta, Güntürkün demonstrou que as estruturas da parte frontal do cérebro de pássaros e primatas se tornaram mais similares umas às outras num processo evolutivo e, apesar das estruturas diferenciadoras, convergem em suas fundações e performances neurobiológicas, conforme observado em seu comportamento. Güntürkün também apresenta extraordinária criatividade em seus métodos, como na sua pesquisa sobre assimetrias cerebrais em pombos. 
 
Nascido em Izmir, Turquia, Onur Güntürkün frequentou a escola em Baden-Baden, na Alemanha, e Izmir, retornando à Alemanha para estudar psicologia em Bochum e fazer seu doutorado. Após estadias de pesquisa em Paris e San Diego, ele recebeu seu título de professor em Konstanz, também na Alemanha. Desde 1997 é professor de psicologia biológica em Bochum. Além do seu reconhecido trabalho, Güntürkün também disfruta de excelente reputação como professor e facilitador de pesquisa cujo próprio entusiasmo é conhecido por cativar a sua audiência e o público.


O prof. Güntürkün também foi nomeado para receber o chamado Communicator-Prize em julho deste ano, prêmio que é concedido anualmente pela DFG e pelo Stifterverband für die Deutsche Wissenschaft (Fundação para a Ciência Alemã) a um cientista pela capacidade de comunicar com sucesso os seus resultados de pesquisa para um público amplo fora da esfera científica.