FAPESP aprova licença-maternidade para bolsistas

FAPESP aprova licença-maternidade para bolsistas

Benefício terá duração de quatro meses e já está em vigor para bolsas com dedicação integral

O Conselho Técnico Administrativo da FAPESP aprovou, em reunião realizada no dia 17 de dezembro de 2013, a concessão de licença-maternidade de até quatro meses para bolsistas com bolsas de dedicação integral: Iniciação Científica, Mestrado, Doutorado, Doutorado Direto, Pós-doutorado, Jovem Pesquisador e PIPE "Bolsa PE - Pequena Empresa". A medida entrou em vigor na data de aprovação.

"Já está valendo para as bolsas vigentes. Basta que a interessada, quando for o caso, verifique as instruções de solicitação em: www.fapesp.br/8484", disse Joaquim José de Camargo Engler, diretor administrativo da Fundação.

Não haverá interrupção do pagamento durante o período de afastamento e, após o término da bolsa, serão acrescidos outros quatro meses.

"A FAPESP já vinha estudando o assunto há algum tempo, pois havíamos recebido algumas solicitações. A Diretoria Científica analisou o assunto e o Conselho Técnico Administrativo aprovou a proposta de criação da licença", disse Engler.