INCT de Biotecnologia Estrutural e Química Medicinal em Doenças Infecciosas (INBEQMeDI)

Missão

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Biotecnologia Estrutural e Química Medicinal em Doenças Infecciosas (INBEQMeDI) tem como missão realizar estudos estruturais e biológicos em alvos moleculares específicos de microorganismos associados com doenças infecciosas, particularmente doenças tropicais negligenciadas. Nossa meta maior é o desenvolvimento de novos fármacos para o tratamento das doenças endêmicas leishmaniose, esquistossomose, doença de chagas, malaria e leptospirose.

O INBEQMeDI é um desdobramento da iniciativa bem sucedida do "CEPID-FAPESP Centro de Biologia Molecular Estrutural", que pelos últimos oito anos tem conduzido projetos inovadores em biotecnologia estrutural e química medicinal; incluindo desenvolvimento de patentes, transferência de tecnologia e disseminação da ciência por meio de diversos programas dedicados a alunos e professores do ensino médio e população em geral. Outro fator fundamental é o fato de termos sido recentemente selecionados pela Organização Mundial da Saúde, no Programa de Pesquisas em Doenças Tropicais (TDR), como Centro de Referência Mundial de Química Medicinal em Doença de Chagas.

A estratégia de ação do INBEQMeDI é realizar tanto pesquisa aplicada como básica, bem como desenvolvimento tecnológico e educação em ciência para doenças tropicais negligenciadas, que se fundamente em biotecnologia estrutural e química medicinal moderna.

Para alcançar estes objetivos, o INBEQMeDI promoverá uma abordagem multidisciplinar, incluindo a utilização de métodos de biologia molecular, bioquímica, biologia estrutural (cristalografia de proteínas, nmr multidimensional, modelagem molecular e bioinformática), química medicinal baseada tanto em produtos químicos sintéticos quanto naturais, planejamento de fármacos, imunologia molecular, biologia celular e farmacologia. Os projetos incorporados pelo INBEQMeDI foram selecionados com base no seu potencial como alvos para quimioterapia em doenças tropicais. Integração e colaboração com o setor privado é sempre buscado, em particular com companhias farmacêuticas e de biotecnologia e institutos de pesquisa do setor de saúde.

Site: http://www.ifsc.usp.br/~inbeqmedi