FAPESP lança biblioteca virtual

FAPESP lança biblioteca virtual

7 de maio de 2005

Agência FAPESP - A FAPESP inaugura no próximo dia 10 de maio mais um serviço para a comunidade científica e tecnológica brasileira. Trata-se da Biblioteca Virtual do Centro de Documentação e Informação da FAPESP (BV-CDi), que reúne diversas fontes de informação sobre ciência, tecnologia e inovação (C,T&I) em uma única plataforma na internet.

A partir do endereço www.bv.fapesp.br - que estará no ar a partir da terça (10/5) -, o usuário acessa diversas bases de dados referenciais de informações da FAPESP, como projetos de pesquisa, diretório de eventos e teses, além de reportagens publicadas pela imprensa sobre a Fundação e notícias gerais de C,T&I.

A inauguração será na sede da FAPESP, em São Paulo, em evento que também contará com o lançamento do livro Indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação – 2004. As duas novidades integram homenagem ao professor Francisco Romeu Landi (1933-2004), que foi integrante do Conselho Superior, diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo e presidente da Fundação e responsável pelos dois projetos.

O novo serviço vai contribuir para a preservação e disseminação da memória institucional da FAPESP e colaborar para aumentar a quantidade e a qualidade de conteúdos nacionais em C,T&I que circulam nas redes eletrônicas e nas novas mídias.

“A BV-CDi pretende estabelecer um modelo de biblioteca virtual de fundação de amparo à pesquisa para geração de produtos e serviços destinados à comunidade acadêmica e de pesquisa, seguindo normas e padrões internacionais de tratamento da informação e de comunicação de dados”, explica Rosaly Fávero Krzyzanowski, coordenadora operacional do projeto.

O projeto da BV-CDi está sendo desenvolvido em parceria com o Centro Latino-americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme/Opas/OMS). Outros parceiros da iniciativa são o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Sistema Integrado de Bibliotecas da USP (SIBi/USP) e o Laboratório de Jornalismo Científico (Labjor), da Universidade Estadual de Campinas. A BV-CDi abrange todas as áreas do conhecimento e está em fase inicial de armazenagem de dados.


Estímulo à memória científica

Em 2003, foi elaborada por uma Comissão Especial criada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) a Proposta de Política Nacional de Preservação da Memória da Ciência e da Tecnologia, que contou com contribuição de representantes de entidades nacionais envolvidas no tema, dentre as quais o então diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da FAPESP, Francisco Romeu Landi.

Das recomendações da proposta, duas ganharam destaque. A primeira dizia que cada instituição envolvida na produção do conhecimento científico e tecnológico, como as agências de fomento à pesquisa, precisa “dispor de infraestrutura adequada e pessoal especializado para a preservação de seus acervos e desenvolver seus próprios arquivos ou centros de memória”.

A segunda recomendação foi sobre o papel multiplicador necessário à divulgação científica no país. “A sociedade precisa tomar conhecimento do alongado esforço nacional de produção do saber”, disse o texto.

Em sintonia com essas recomendações, o Centro de Documentação e Informação da FAPESP teve início em 2003, com a missão de “promover e tornar disponível à comunidade científica o acesso à produção científica e tecnológica, de caráter público, gerada pela FAPESP e/ou com o seu apoio financeiro”, por meio da criação da Biblioteca Virtual.

“Em 2004, atividades foram realizadas para identificar, reunir e indexar essa documentação em bases de dados referenciais, com o intuito de a contribuir para a preservação da memória institucional da Fundação, como também para dar maior visibilidade a essa ‘produção do saber’ em C&T à sociedade científica brasileira, conforme as recomendações da Proposta de Política Nacional de Preservação da Memória da Ciência e da Tecnologia”, conta Rosaly Fávero Krzyzanowski.

BV-CDi: www.bv.fapesp.br