FAPESP e Global Environment Facility lançam chamada de propostas

FAPESP e Global Environment Facility lançam chamada de propostas

Serão apoiadas propostas de recuperação e proteção dos serviços ecossistêmicos relacionados ao clima e à biodiversidade no corredor sudeste da Mata Atlântica (foto: Guaráwolf / Wikipedia)

A FAPESP e o GEF – Global Environment Facility (Fundo Global para o Meio Ambiente) anunciam uma chamada de propostas para apoiar projetos de pesquisas científicas relacionados ao Projeto de Recuperação e Proteção dos Serviços Ecossistêmicos Relacionados ao Clima e à Biodiversidade no Corredor Sudeste da Mata Atlântica do Brasil.

A participação da FAPESP nesta iniciativa está baseada no acordo de cooperação entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, o Banco Interamericano de Desenvolvimento e órgãos de governos dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, assinado em dezembro de 2015.

Denominado Conexão Mata Atlântica, o projeto complementará esforços dos governos estaduais sobre a proteção de unidades de conservação e incentivará atividades de restauração ecológica de florestas nativas e regeneração natural assistida da floresta.

As atividades do projeto visam aumentar os estoques de carbono, promover a conservação de habitat necessário para a conservação da biodiversidade mediante a reconexão de fragmentos florestais, fortalecer a resiliência dos ecossistemas e a capacitação institucional dos órgãos públicos e privados participantes do projeto Conexão Mata Atlântica.

No Estado de São Paulo, podem submeter propostas pesquisadores com título de doutor ou qualificação equivalente e vínculo empregatício com instituição de pesquisa no Estado. As propostas tramitarão segundo as normas e orientações da modalidade Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas da FAPESP

Buscam-se projetos de pesquisa científica básica ou aplicada que contribuam para as principais missões do projeto Conexão Mata Atlântica, apoiadas em três componentes:

- Fortalecimento da capacidade institucional para manejo e monitoramento dos estoques de carbono e da biodiversidade;

- Aumento dos estoques de carbono nas bacias hidrográficas do rio Paraíba do Sul, por meio da implementação de esquemas de Pagamentos por Serviços Ambientais;

- Aumento da eficácia e sustentabilidade financeira das Unidades de Conservação ao longo da Serra do Mar.

Serão selecionados projetos que tenham como foco geográfico os mesmos locais contemplados pelas outras atividades do Projeto Conexão Mata Atlântica: a Estação Ecológica do Bananal, Núcleo Santa Virgínia do Parque Estadual da Serra do Mar e a Área de Proteção Ambiental São Francisco Xavier, juntamente com suas respectivas áreas de amortecimento.

Propostas serão recebidas até 16 de agosto de 2018 por meio do SAGe (www.fapesp.br/sage).

A chamada está publicada em: www.fapesp.br/11836