CHAMADA RESEARCHER CONNECT

CURSOS DE CURTA DURAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES EM COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

ESTADOS PARTICIPANTES

Paraná – Distrito Federal – Goiás – Minas Gerais – Pernambuco – Espírito Santo – São Paulo – Sergipe – Tocantins – Amazonas – Bahia – Alagoas – Paraíba – Santa Catarina – Maranhão

1. Visão geral

Esta chamada tem por finalidade selecionar instituições de Ensino Superior nos estados participantes para sediar uma série de cursos presenciais para o desenvolvimento de habilidades em comunicação científica para pesquisadores, sob o Programa Researcher Connect, a serem realizados no Brasil de 6 de agosto de 2018 a 15 de março de 2019. Cada instituição pode sediar um único curso por ano.

2. Sobre o programa

Researcher Connect – habilidades em comunicação científica para pesquisadores – consiste em uma série de pequenos módulos interativos para pesquisadores de qualquer formação acadêmica. Seu foco é desenvolver excelentes habilidades em comunicação para que sejam utilizadas em contextos internacionais e multiculturais. Os cursos têm duração de 3 dias, totalizando 24 horas, e serão realizados na instituição selecionada.

Esta edição do Researcher Connect é oferecida pelo Newton Fund Professional Development & Engagement Programme e é cofinanciada por cada uma das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), membros do CONFAP, dos respectivos estados mencionados acima. O Newton Fund intenciona construir, entre o Reino Unido e o país parceiro, colaborações em pesquisa e inovação que possuam relevância direta para o desenvolvimento social e econômico do Brasil.

3. Objetivos

O Researcher Connect é destinado a prover apoio financeiro para cursos que possam contribuir para a capacitação de pesquisadores em escala nacional.

Pesquisa e inovação são essenciais para construir economias fortes e prósperas – pesquisadores (as) talentosos (as), aptos (as) a divulgar seus trabalhos em diferentes níveis, são de extrema importância para esse objetivo. Quando se trata de pesquisa acadêmica individual, a necessidade de publicar descobertas é fundamental: apenas quando revisada por colegas e validada pela comunidade científica, uma pesquisa pode ser verdadeiramente considerada para contribuir na construção de conhecimento.

Existe, ainda, a necessidade de comunicar descobertas de pesquisa além da comunidade científica, de forma a utilizar seus resultados para justificar o uso de recursos públicos para financiamento de novas atividades de pesquisa. Oferecer ferramentas para aprimorar habilidades de comunicação de pesquisadores pode ter um efeito benéfico não apenas nas performances e carreiras individuais, mas também na instituição onde os trabalhos são desenvolvidos e na sociedade como um todo, através do aumento do alcance e do impacto de suas pesquisas. Este é o motor por trás do desenvolvimento dos cursos do Researcher Connect.

Assim, todos os cursos do Researcher Connect terão os seguintes objetivos:

  • Contribuir para capacitação de pesquisadores (as) brasileiros (as) – as propostas devem incluir uma descrição de como os cursos contribuirão para o desenvolvimento pessoal e profissional dos participantes e uma argumentação de como o desenvolvimento de pesquisadores, especialmente em campi de estados das regiões Norte e Nordeste, e/ou em áreas específicas do conhecimento, pode contribuir para o desenvolvimento social no Brasil. Instituições contempladas deverão indicar como pretendem materializar esse objetivo, incluindo quaisquer planos para publicação e melhora da internacionalização da instituição ou departamento, bem como para assegurar a diversidade no corpo de alunos do curso.

  • Apoio internacional à pesquisa relevante ao desenvolvimento – aumentar a capacidade de pesquisadores projetarem suas pesquisas locais em uma escala global. De acordo com Thomson e Reuters, o impacto acadêmico brasileiro é menor do que a média mundial e está abaixo dos outros países dos BRICs. Neste contexto, o Researcher Connect pode contribuir de maneira significativa para incluir pesquisadores brasileiros e seus trabalhos no cenário acadêmico internacional apoiando o desenvolvimento econômico e social no Brasil ao divulgar novos conhecimentos e descobertas para o público internacional. Ademais, ao identificar grupos científicos em diferentes Estados, o programa também contribuirá para aumentar a capacidade de comunidades acadêmicas com poucas oportunidades a desenvolver pesquisadores e de se internacionalizar.

4. Como participar

Cada candidato, representando sua instituição, deve submeter uma proposta para que esta sedie um curso que treinará no mínimo 20 pesquisadores de qualquer disciplina ou área multidisciplinar. O processo de seleção focará no desenvolvimento de habilidades em comunicação em áreas relevantes ao desenvolvimento econômico e social incluindo Ciências Naturais, Ciências Sociais, Artes e Humanidades. Cada FAP e o British Council co-financiarão os cursos.

Candidatos devem submeter o formulário online de inscrição completo em inglês. O formulário requer uma breve explicação dos pesquisadores de como sua pesquisa relaciona os objetivos de desenvolvimento econômico e social em benefícios convertidos a populações vulneráveis. O formulário está disponível em: http://britishcouncilbrasil.nfrc2018.sgizmo.com/s3/ e deve ser preenchido online – submissões via e-mail não serão aceitas. Existem limites estritos de caracteres para cada sessão que não podem ser excedidos. Quaisquer problemas com o formulário online, por favor, entre em contato com newton@britishcouncil.org.br.

Os candidatos devem obter autorização de sua respectiva instituição para realizar a inscrição. Note que o cumprimento de tal requisito será exigido no momento de preenchimento do formulário online.

Uma vez que a inscrição seja submetida, candidatos(as) receberão uma confirmação via e-mail que incluirá o número de identificação, o qual deverá ser usado em todas as comunicações com o British Council. Candidatos(as) que não receberem uma confirmação automática via e-mail deverão contatar o British Council através de newton@britishcouncil.org.br imediatamente.

4.1 Candidatos do Estado de São Paulo devem seguir as diretrizes da FAPESP disponíveis em www.fapesp.br/11659

5. Sobre os candidatos

São elegíveis professores(as) representantes de Pró-Reitorias de Pesquisa, Pró-Reitorias de Pós-Graduação, Departamentos ou programas de Pós-Graduação de uma instituição de pesquisa ou de ensino superior nos Estados participantes, convidados a se candidatar por meio do formulário de inscrição descrito no Item 4. O(a) candidato(a) será endereçado como “coordenador de curso”.

6. Realização dos cursos

Todos os cursos devem acontecer entre 6 de agosto de 2018 e 15 de março de 2019. As opções de datas serão disponibilizadas aos(às) coordenadores(as) dos workshops ao final do edital.

7. Sobre os participantes dos cursos

O curso deve contar com no mínimo 20 e no máximo 25 pesquisadores participantes. O não cumprimento deste requerimento acarretará no cancelamento do workshop. A lista de participantes deve ser enviada impreterivelmente com até um mês de antecedência da realização do workshop. Recomendamos também uma lista de espera em caso de eventuais desistências.

Todos os participantes selecionados deverão se comprometer com o comparecimento nos 3 dias do workshop. A ausência em qualquer um dos dias do workshop acarretará no não recebimento do certificado ao final do curso.

8. Papel dos coordenadores de curso

Os(as) coordenadores(as) de curso devem preencher o formulário de inscrição online completo.

Ademais, coordenadores(as) de curso serão responsáveis diretos por:

a) Coordenação da logística do curso;

b) Seleção dos participantes com o apoio do British Council e de acordo com as diretrizes do Newton Fund.

c) Manter e compartilhar com o British Council todos os documentos relativos ao processo de seleção dos participantes, tais como a cópia do edital de seleção, número de candidatos e seus CVs.

d) Monitoramento e Avaliação (assegurar que todos os participantes preencham os questionários de avaliação e relatórios de desenvolvimentos futuros).

9. Idioma

Os cursos serão ministrados em inglês.

10. Opções de curso

A composição do curso será aberta e pode ser customizada pela instituição. Existem 8 opções de módulos, sendo 1 obrigatório (“Know your audience’’). Os módulos disponíveis são:

  • Know your audience – módulo obrigatório (duração: meio dia)

  • Abstracts (duração: meio dia)

  • Academic Collaboration (duração: meio dia ou dia inteiro)

  • Academic Writing (duração: dia inteiro)

  • Digital Researcher (duração: meio dia ou dia inteiro)

  • Effective E-mails (duração: meio dia ou dia inteiro)

  • Persuasive Proposals (duração: dia inteiro)

  • Presenting with Impact (duração: meio dia)

Note que o módulo “Know your audience’’ é obrigatório e tem duração de meio dia. O que significa que o coordenador do curso poderá escolher livremente os demais módulos, de modo a completar os dois dias e meio remanescentes.

O curso completo tem duração de 3 dias.

Para maiores informações sobre os módulos e seus objetivos, favor referir-se aos documentos “Researcher Connect Prospectus’’ e “Researcher Connect Brochure’’, disponíveis para download na página desta chamada.

11. Organização do curso

As instituições selecionadas nesta chamada serão responsáveis pelo planejamento e organização do curso, apoiados pelas diretrizes do British Council. A não disponibilidade de salas ou equipamentos necessários – especificados nos Guidelines for Coordinators, que serão enviados ao coordenador de curso após o término do edital – para a realização do curso, acarretará da exclusão da instituição da chamada.

12. Processo de seleção de participantes

Após o processo de seleção das instituições, os coordenadores de curso serão responsáveis pela seleção de participantes, sob a orientação do British Council.

Critérios de elegibilidade dos participantes do curso:

12.1. As chamadas para os participantes deverão ser abertas e divulgadas através dos canais de comunicação na instituição. Coordenadores são encorajados a identificar e empregar canais alternativos de comunicação para o sucesso do curso.

12.2. Pesquisadores recrutados para participar do curso deverão ser estudantes de PhD, post-doc ou professores em início de carreira (com até 10 anos de formação).

12.3. Participantes deverão demonstrar padrão nível B1 de proficiência na língua inglesa de acordo com o Quadro Comum Europeu de Referência (Anexo I); participantes que não demonstrarem este nível de proficiência não serão elegíveis a participar do curso.

12.4. Dado que alguns campos de pesquisa são dominados por um gênero específico, é requisito do curso que seja mantido o equilíbrio de gênero de modo a promover a diversidade e a assegurar que nenhum participante seja excluído de participar dos cursos por motivos étnicos, de gênero, crença religiosa, orientação sexual ou deficiência.

13. Resultados e benefícios a longo prazo

Coordenadores(as) deverão destacar os resultados específicos planejados do curso. Deverão, também, explorar quaisquer benefícios de longo prazo que surgirem, levando em consideração possíveis beneficiários e como afetá-los e descrevendo as ações a serem tomadas para garantir que tal impacto potencial seja atingido.

14. Processo de seleção das instituições contempladas:

O processo de seleção ocorrerá em duas etapas:

a. O British Council receberá as propostas, verificará os critérios de elegibilidade, e as enviará às respectivas FAPs.

b. Cada FAP sediará um painel de revisão e fará a decisão final acerca de quem e quais propostas receberão financiamento, segundo suas próprias regras para análise de mérito científico das propostas.

Os(as) candidatos(as) selecionados(as) serão notificados(as) entre 2 e 8 semanas após o término do edital.

15. Duração dos cursos

Os cursos terão duração de 3 dias, totalizando 24 horas de curso.

16. Financiamento

Os custos dos cursos serão cofinanciados pelo Newton Fund/British Council e a FAP parceira.

O financiamento oferecido sob o programa Researcher Connect é entendido como uma contribuição em relação aos custos dos cursos. Coordenadores de curso devem buscar uma contribuição em esforços em relação ao custo geral ao dedicar seu tempo ao planejamento e entrega dos cursos. As universidades que receberão os cursos deverão disponibilizar um de seus membros para auxiliar na logística, impressão de materiais, preparação de salas etc, durante os cursos. Custos de pessoal de Universidade e honorários não serão financiados pelo Newton Fund.

17. Orçamento

Cada FAP disponibilizará o valor entre R$ 10.000,00 (dez mil reais) e R$ 12.500,00 (doze mil e quinhentos reais) por curso. Este aporte poderá ser utilizado para as seguintes despesas:

  • Hospedagem dos treinadores (total de 5 dias: um dia que antecede o início do curso, e um dia após o término do curso)

  • Alimentação para os treinadores (total de 5 dias: um dia que antecede o início do curso, e um dia após o término do curso)

  • Passagem doméstica para treinadores brasileiros

  • Sessões de coffee-break (total 6 sessões por curso, duas por dia. No caso de dia extra, ScienceConnect, da Royal Society of Chemistry, serão 8 sessões)

  • Passagem internacional de treinadores do Reino Unido (caso haja mais de um workshop no mesmo estado)

  • Custos relativos à participação de representantes do British Council

  • Papelaria e impressão de materiais

  • Aluguel de equipamentos

Ao passo que a contra partida do British Council/Newton Fund se dá através das seguintes rubricas:

  • Honorários dos treinadores

  • Passagem internacional de treinadores do Reino Unido (caso haja apenas um workshop no estado)

Recomendamos que os coordenadores dos cursos consultem a lista de itens elegíveis em seu estado disponibilizado pela respectiva FAP.

18. Relatórios

18.1 Relatório do British Council e Monitoramento e Avaliação

Solicita-se aos coordenadores de curso a submissão de um relatório final dentro de 30 dias após o término do curso. O modelo de relatório final será enviado aos selecionados e incluirá uma parte narrativa, além de uma seção de informações sobre os participantes do curso. Ademais, o coordenador de curso deverá prestar contas de acordo com os procedimentos de cada FAP.

É solicitado aos(às) coordenadores(as) de cursos o envio da relação de despesas alocadas pela contra partida brasileira assim como os respectivos comprovantes de pagamento.

Os(as) coordenadores(as) de curso deverão assegurar que todos os participantes preencham os questionários online de avaliação “pré-curso’’ e “pós-curso’’, disponíveis nos Guidelines for Coordinators.

19. Encerramento da Chamada

O prazo final para a submissão das propostas é às 23h59 (horário de Brasília) do dia 3 de Junho de 2018. Propostas submetidas após o prazo não serão consideradas para financiamento.

20. Proteção de informações

Como parte do formulário de inscrição online, o British Council pedirá permissão aos participantes para:

  • Usar as informações fornecidas para processar a inscrição, fazer qualquer financiamento em decorrência do financiamento, monitoramento, manutenção e revisão do financiamento. Em alguns casos, as informações serão compartilhadas com os parceiros nacionais do programa para fins de seleção e monitoramento da concessão.

  • Tornar públicas informações relacionadas à propostas vencedoras no site e em outros relatórios e documentos.

  • Contatar candidatos para informá-los sobre outras oportunidades do British Council.

Sob o UK Data Protection Law, você tem o direito de requerer as informações fornecidas (poderemos cobrar uma taxa por esse serviço) e reservamos o direito de corrigir qualquer informação incorreta. Se você deseja mais informações sobre esse tema, por favor, entre em contato com o escritório do British Council em São Paulo (www.britishcouncil.org.br/sobre/contato) ou com o Data Protection Team dataprotection@britishcouncil.org / IGDisclosures@britishcouncil.org, ou visite nosso site www.britishcouncil.org/privacy-cookies/data-protection.


Anexo I

Fonte: Referência original em inglês – www.examenglish.com/CEFR/cefr.php.

Em Português do Brasil

A Falante básico

A1 Iniciante

A2 Básico

B Falante independente

B1 Intermediário

B2 Usuário independente

C Falante proficiente

C1 Proficiência operativa eficaz

C2 Domínio pleno

 

Nível

Descrição

A1

Pode entender e utilizar expressões familiares do dia a dia, bem como frases básicas direcionadas a satisfazer necessidades concretas. Pode se apresentar e responder perguntas sobre detalhes de sua vida pessoal como, por exemplo: onde vive, pessoas que conhece ou coisas que possui. Pode ainda interagir de maneira simples com nativos desde que estes falem pausadamente, de maneira clara e que estejam dispostos a ajudar.

A2

Pode entender frases e expressões relacionadas a áreas familiares ao usuário, como informações pessoais e familiares básicas, compras, geografia local, emprego. Pode se comunicar de maneira simples em situações familiares que requerem troca de informações curtas e precisas. Pode descrever de maneira superficial aspectos sobre seus conhecimentos, ambiente onde vive e necessidades imediatas.

B1

Pode entender os pontos principais sobre assuntos do dia a dia como trabalho, escola e lazer. Pode lidar com situações cotidianas no país onde a língua é falada (viagem de turismo). Pode produzir textos simples sobre áreas familiares e de interesse. Pode ainda descrever experiências, eventos, sonhos, desejos e ambições. Além disso pode ainda opinar de maneira limitada sobre planos e discussões.

B2

É capaz de entender ideias principais de textos complexos que tratem de temas tanto concretos como abstratos, inclusive textos de caráter técnico se forem de sua área de especialização. Pode interagir com falantes nativos com um grau suficiente de fluência e naturalidade de forma que a comunicação ocorra sem esforço por parte de nenhum dos interlocutores. Pode produzir textos claros e detalhados sobre temas diversos, assim como defender um ponto de vista sobre temas gerais, indicando vantagens e desvantagens das várias opções.

C1

É capaz de compreender uma ampla variedade de textos extensos e com certo nível de exigência, assim como reconhecer nestes, sentidos e idéias implícitas. Sabe expressar-se de forma fluente e espontânea sem demonstrar muitos esforços para encontrar uma palavra ou expressão adequada. Pode fazer uso efetivo do idioma para fins sociais, acadêmicos e profissionais. pode produzir textos claros, bem estruturados e detalhados sobre temas de certa complexidade, mostrando uso correto dos mecanismos de organização, articulação e coesão do texto. Capaz de entender por completo um filme sem legendas.

C2

É capaz de compreender com facilidade praticamente tudo que ouve e lê. Sabe reconstruir a informação e os argumentos procedentes de diversas fontes, seja em língua falada ou escrita, e apresentá-los de maneira coerente e resumida. Pode expressar-se espontaneamente com grande fluência e com um grau de precisão que lhe permita diferenciar pequenos matizes de significado, inclusive em situações de maior complexidade.

 

Anexo II – Lista de critérios de elegibilidade

A inscrição foi submetida pelo proponente dentro do prazo estipulado

 

O/A candidata demonstrou alinhamento com os critérios de Assistência Oficial para o Desenvolvimento (ODA), especialmente em relação a 1) assegurar a diversidade entre os participantes dos cursos (i.e. raça, gênero, classe econômica, orientação sexual), ou 2) à relevância para comunidades de pesquisa pouco internacionalizadas, ou 3) em áreas do conhecimento poucos desenvolvidas, subfinanciadas ou diretamente relacionadas com desenvolvimento social.

 

A inscrição foi submetida utilizando o formulário online correto

 

Os proponentes forneceram confirmação de que a inscrição foi submetida em nome de suas instituições

 

O formulário de inscrição está completo e de acordo com as instruções dadas

 

O formulário de inscrição está em inglês

 

Apenas uma inscrição por instituição foi submetida nesta chamada

 

Os coordenadores de curso aceitaram organizar o curso e assinar contrato ou termo com a FAP respectiva

 

As instituições onde os coordenadores de curso estão baseados são estabelecimentos de pesquisa ou instituições de ensino superior (incluindo universidades privadas) publicamente reconhecidas

 

Para candidatos do Estado de São Paulo – a proposta foi submetida conforme as diretrizes da FAPESP disponíveis em www.fapesp.br

 

Critérios de qualidade para avaliação das propostas (realizado pelas respectivas FAPs)

Além dos critérios de análise de mérito científico para a respectiva modalidade de fomento, a avaliação de qualidade será feita por um painel de membros da respectiva FAP, que também será responsável pelo painel de revisão e pela decisão final.