Anexo 4 - Edital para o desenvolvimento de inovação no combate a arboviroses

SELEÇÃO PÚBLICA FAPESP E MCTI/FINEP/FNDCT – PROPOSTAS PARA INOVAÇÃO - PAPPE-PIPE Fase 3 - 2017

Seleção pública FAPESP e MCTI/FINEP/FNDCT – Subvenção Econômica à Pesquisa para Inovação - Subvenção Econômica Nº 0107077500

Sugestão de roteiro para o projeto de pesquisa – PIPE/PAPPE – FASE 3

O Projeto de Pesquisa deve demonstrar claramente os desafios científicos ou técnicos a serem superados pela pesquisa proposta, os meios e métodos para isso e a relevância dos resultados esperados para a pequena empresa.

a) Formatação

Para facilitar a leitura pelos revisores o texto deve ser impresso com espaçamento duplo e tipo 12 com margens de 3,5 cm à esquerda e 1,5 cm à direita. As figuras e tabelas, se houver, devem ter uma legenda explicativa e devem ser numeradas para serem referenciadas no texto.

b) Organização do projeto de pesquisa

b.1) Esta é apenas e tão somente uma recomendação – a aderência a ela não garante a aprovação do projeto.

b.2) Sugere-se fortemente a leitura do formulário para parecer de assessoria científica (http://www.fapesp.br/docs/formularios/arquivos/pipeq3.docx) o qual esclarece quais os pontos que serão objeto de análise pela assessoria consultada pela FAPESP.

b.3) Recomenda-se que o projeto seja estruturado conforme descrito a seguir.

Estrutura recomendada para o Projeto de Pesquisa

1. Título

2. Resumo com no máximo 500 palavras.

Deve conter a informação essencial ao entendimento da pesquisa incluindo, no mínimo, a justificativa, objetivos, metodologia resumida, resultados esperados e seus impactos.

3. Objetivos do projeto de pesquisa proposto e sua relação com o estado-da-arte na área (600 palavras)

Enunciar os objetivos do projeto em termos de desafios científicos e técnicos a serem superados e dos resultados finais almejados.

Descrever os antecedentes do problema relatando os esforços já realizados ou em curso, pelo proponente ou por outrem, para resolvê-los. Apresentar uma revisão da literatura técnica e científica sobre o tema a ser desenvolvido (artigos científicos, apresentações em conferências, capítulos de livros, teses e dissertações, patentes, relatórios). Esta revisão da literatura não necessita ser exaustiva, mas precisa conter informação suficiente para demonstrar aos revisores que analisarão a proposta que o Pesquisador Responsável pelo projeto domina o entendimento do estado atual do conhecimento sobre o assunto a ser pesquisado e também para demonstrar que o problema ainda não foi resolvido, ou ainda não foi resolvido de forma satisfatória ou que, se foi, os resultados não podem ser acessíveis por outros meios. Ao mesmo tempo é importante usar as informações da literatura para demonstrar que o projeto proposto é viável.

Apresentar e fundamentar os argumentos sobre a relevância da proposta em termos de superação dos desafios científicos e técnicos e também em termos de oportunidades de negócios para a pequena empresa que sediará o projeto.

4. Plano de Pesquisa (3000 palavras)

a. Descrição das atividades que compõem o desenvolvimento industrial e comercial de produtos, processos e serviços.

  • atender as diretrizes específicas de cada Chamada, descritas em seu Edital.

b. Cronograma de execução: Descrever o fluxo e encadeamento temporal para o desenvolvimento do projeto, cujas atividades foram estabelecidas no item anterior. Explicite os eventos marcantes com resultados parciais esperados, especialmente os que possam servir para balizar o acompanhamento do sucesso do projeto. Justifique a sequência de eventos adotada.

5. Bibliografia

a. Artigos Científicos e Técnicos: Listar os artigos científicos e técnicos, apresentações em conferência ou capítulos de livros, que sirvam para fundamentar o projeto de pesquisa e que tenham sido referenciados no corpo do texto do projeto. (Esta lista é importante também porque ajuda a demonstrar se o proponente está em dia com a literatura e as ideias mais recentes da área, evitando-se a reinvenção de ideias, e baseando-se em ideias existentes para se avançar no conhecimento científico e técnico relevante ao projeto).

b. Patentes e outros documentos de Propriedade Intelectual: Listar em seção separada da Bibliografia especificamente as patentes (nacionais e internacionais) ou copyrights relevantes que demonstrem que

i. Os resultados almejados no projeto proposto não são cobertos por patentes existentes; ou que

ii.Há patentes que indicam o interesse e/ou a viabilidade das afirmações que fundamentam este projeto de pesquisa.