Museus e Centros Depositários

Projeto de preservação e acesso a informação cientifica em saúde publica - Repositório Institucional para a Faculdade de Saúde Pública da USP

Processo
2009/54786-0
Pesquisador
ngela Maria Belloni Cuenca
Instituição
Faculdade de Saúde Pública - USP
Entidade
USP
Coordenador
Saúde I
Área
Saúde Coletiva

O projeto tem como objetivo preservar e tornar acessíveis as coleções da memória bibliográfica institucional, passada e futura, atuando como depositários de documentos impressos e eletrônicos, nas diversas mídias, que sejam relevantes para o desenvolvimento de pesquisas na área de saúde pública. Está dividido em duas etapas: a) criar um Repositório Institucional para abrigar documentos digitalizados, imagens, vídeos, áudios e demais novas mídias produzidas pelos pesquisadores e professores da FSP/USP, garantindo seu acesso universal e permanente e b) realocar as coleções históricas e da memória bibliográfica da FSP em estantes adequadas, propiciando acomodação das publicações para garantir sua preservação. Pretende-se com o projeto maior divulgação da produção científica em saúde pública, preservar o conhecimento produzido na área durante décadas, facilitar o acesso ao conhecimento, garantindo acesso universal e gratuito e manter a biblioteca como depositária desse acervo, prescindindo de novos espaços e instalações. Além disso, os benefícios serão: agregar valor aos registros nas bases bibliográficas da Biblioteca, Dedalus, LILACS, entre outras, com Iinks para os textos completos; aumentar o número de teses no Portal da USP e no Portal de Teses da Biblioteca Virtual em Saúde Pública e na BVS; registros inseridos em bases de dados; divulgação da ciência produzida no Brasil; preservação da publicação técnico-científica impressa; teses digitalizadas, de forma retrospectiva e preservação das informações construídas por meio das novas mídias - como imagens, áudio, vídeos. Para que a Biblioteca/CIR e o Serviço de Tecnologia da Informação e Comunicação da FSP possam se integrar e assumir esse projeto será necessário contar com o apoio financeiro para sua implementação e implantação, em benefício de toda a comunidade científica, técnica e profissional da saúde pública, no Estado de São Paulo e também no Brasil.