Bolsas de PD em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial

Post-doctoral Fellowships in Oral and Maxillofacial Surgery

Nº: 2559

Área de conhecimento: Odontologia

Field of knowledge: Dentistry

Nº do processo FAPESP: 2017/12622-7

FAPESP process: 2017/12622-7

Título do projeto: Terapia celular: potencial de células-tronco mesenquimais, VEGF-A e BMP-9 para regenerar tecido ósseo

Project title: Cell therapy: potential of mesenchymal stem cells, vegf-a and bmp-9 to regenerate bone tissue

Área de atuação: Cirurgia Buco-Maxilo-Facial

Working area: Oral and Maxillofacial Surgery

Quantidade de vagas: 2

Number of places: 2

Início: 01/03/2019

Start: 2019-03-01

Pesquisador principal: Adalberto Luiz Rosa

Principal investigator: Adalberto Luiz Rosa

Unidade/Instituição: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto

Unit/Instituition: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto

Data limite para inscrições: 23/01/2019

Deadline for submissions: 2019-01-23

Publicado em: 06/12/2018

Publishing date: 2018-12-06

Localização: Av. do Café, s/n, Ribeirão Preto

Locale: Av. do Café, s/n, Ribeirão Preto

E-mail para inscrições: adalrosa@forp.usp.br

E-mail for proposal submission: adalrosa@forp.usp.br

  • Resumo Summary

    O Bone Research Lab, localizado na Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto – Ribeirão Preto, busca candidatos altamente motivados para oportunidade de Pós-Doutorado vinculado a Projeto temático financiado pela FAPESP. As 02 bolsas terão duração inicial de 02 anos.

    O(A) candidato(a) deverá ter obtido o título de Doutor a menos de 02 anos na área de Odontologia. O(A) candidato(a) deve possuir interesse pelo trabalho na área de terapia celular para regenerar tecido ósseo. É fundamental que o(a) candidato(a) tenha proficiência, comprovada preferencialmente por artigos publicados, em cultura de células com ênfase na cultura primária de células-tronco mesenquimais e sua diferenciação osteoblástica, transfecção de células, CRISPR, PCR em tempo real, Western blot, cirurgia em animais de pequeno porte (ratos e camundongos) e análises microtomográfica e histológica de cortes não-descalcificados. Excelente comunicação oral e escrita (inglês e português) é indispensável.

    Cada um(a) dos(as) 02 candidatos(as) selecionados(as) atuará nos subprojetos 1 e 2, respectivamente, descritos no Resumo do Projeto apresentado abaixo.

    Para inscrever-se, favor enviar por e-mail, até 23/01/2019, carta de interesse, curriculum vitae e 02 cartas de recomendação para o Professor Adalberto Luiz Rosa (adalrosa@forp.usp.br).

    Sobre os projetos

    O osso é um tecido com grande capacidade de regeneração, mas em algumas situações a extensão da injúria impede o reparo do tecido. Nesse cenário, a terapia celular utilizando células-tronco mesenquimais -- MSCs (do inglês mesenchymal stem cells) tem atraído a atenção de diversos grupos de pesquisa por ser uma alternativa promissora em relação aos tratamentos existentes. No entanto, diversos aspectos moleculares, celulares e teciduais, ainda não abordados na literatura, necessitam ser investigados para tornar essa terapia um tratamento efetivo para a regeneração de defeitos ósseos em pacientes saudáveis ou acometidos por doenças sistêmicas que afetam o processo de reparo ósseo, como a osteoporose, a diabetes mellitus e a hipertensão.

    Nesse contexto, o presente projeto é composto por três subprojetos, cujos objetivos são: (1) investigar o potencial de MSCs derivadas de medula óssea -- BM-MSCs (do inglês bone marrow) e de tecido adiposo -- AT-MSCs (do inglês adipose tissue), tratadas com fator de crescimento do endotélio vascular A -- VEGF-A (do inglês vascular endothelial growth factor A) e/ou proteína óssea morfogenética 9 -- BMP-9 (do inglês bone morphogenetic protein 9) para regenerar o tecido ósseo; (2) investigar o potencial dessas MSCs modificadas geneticamente para sobre-expressar VEGF-A e/ou BMP-9 para regenerar o tecido ósseo e (3) avaliar a influência de BM-MSCs obtidas de ratos saudáveis sobre o potencial osteogênico de BM-MSCs obtidas de ratos osteoporóticos, diabéticos e hipertensos.

    Para o desenvolvimento dos subprojetos 1 e 2, BM-MSCs e AT-MSCs serão tratadas com VEGF-A e/ou BMP-9 ou modificadas geneticamente utilizando agrupados de curtas repetições palindrômicas regularmente interespaçadas (CRISPR-Cas9) para sobre-expressar VEGF-A e/ou BMP-9. Essas células serão caracterizadas in vitro quanto ao potencial angiogênico e osteogênico e à expressão gênica e proteica em larga escala. Para a regeneração do tecido ósseo, as BM-MSCs e AT-MSCs associadas ao VEGF-A e/ou BMP-9 ou modificadas para sobre-expressar VEGF-A e/ou BMP-9 serão injetadas diretamente em defeitos criados em calvárias de ratos. Inicialmente, o tempo de permanência das células nos defeitos ósseos será avaliado por luminescência, utilizando a injeção de células transfectadas com luciferase. Por até 4 semanas após a injeção de células, a progressão da formação de vasos sanguíneos e de tecido ósseo será avaliada por microtomografia computadorizada (micro-CT) in vivo. Ao final de 4 semanas, os animais serão eutanasiados e as amostras serão avaliadas por análise histológica.

    No subprojeto 3, será avaliada a influência de BM-MSCs obtidas de ratos saudáveis sobre a diferenciação osteoblástica de BM-MSCs obtidas de ratos osteoporóticos, diabéticos e hipertensos utilizando um modelo de co-cultura indireta. Trata-se de estudo in vitro, cujos resultados poderão gerar desdobramentos durante o desenvolvimento do presente projeto, com vistas à aplicação das terapias abordadas nos subprojetos 1 e 2 para a investigação da regeneração óssea nos modelos de patologias abordados no subprojeto 3.

    A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

    The Bone Research Lab from School of Dentistry of Ribeirão Preto, University of São Paulo – Ribeirão Preto, SP, Brazil, is taking applications for 02 postdoctoral research positions to join a thematic project supported by FAPESP for 02 years.

    The highly motivated candidate must have taken a PhD degree in Dentistry in the past 02 years and should be interested in working with cell therapy to regenerate bone tissue. The candidate must have proficiency, preferentially demonstrated by published articles, in cell culture with emphasis in primary culture of mesenchymal stem cells and their osteoblastic differentiation, cell transfection, CRISPR, real-time PCR, Western blot, animal surgery (rat and mouse), microtomographic analysis and histological analysis of non-decalcified tissues. Excellent oral and written communication skills are required.

    Each one of the 02 selected candidates will work on subprojects 1 and 2, respectively, which are described below in the Project Abstract.

    Please, e-mail your application by January 23rd, 2019, including cover letter, CV and 02 recommendation letters to Professor Adalberto Luiz Rosa (adalrosa@forp.usp.br).

    Of the projects

    Bone tissue has high capacity of regeneration, but in several situations the extent of the injury overcomes its regenerative potential. In this scenario, therapies based on the use of mesenchymal stem cells (MSCs) have aroused the attention of many researchers for being a promising alternative compared with the available treatments. However, many molecular, cellular and tissue characteristics remain unmet in the literature to make cell therapy an effective treatment for bone repair both in healthy and systemic compromised patients by pathologies such as osteoporosis, diabetes and hypertension.

    In keeping with this, this research project consists of three subprojects that aim to: (1) evaluate the potential of MSCs harvested from either bone marrow (BM-MSCs) or adipose tissue (AT-MSCs) combined with vascular endothelial growth factor A (VEGF-A) and/or bone morphogenetic protein 9 (BMP-9) to repair bone defects; (2) evaluate the potential of these MSCs genetically edited to overexpress VEGF-A and/or BMP-9 to repair bone defects; and (3) evaluate the effect of BM-MSCs harvested from healthy rats on the osteogenic potential of BM-MSCs harvested from osteoporotic, diabetic and hypertensive rats. To develop subprojects 1 and 2, BM-MSCs and AT-MSCs will be treated with VEGF-A and/or BMP-9 or genetically edited by clustered regularly interspaced short palindromic repeats (CRISPR-Cas9) to overexpress VEGF-A and/or BMP-9. Those cells will be evaluated in vitro to assess their angiogenic and osteogenic potentials as well as their large scale genomic and proteomic profile. For bone repair, BM-MSCs and AT-MSCs either combined with VEGF-A and/or BMP-9 or edited to overexpress these factors will be directly injected into rat bone calvarial defects. To evaluate the presence of cells in the defects, Luc-expressing cells will be tracked by bioluminescent imaging. Up to 4 weeks, vasculogenesis and bone formation will be evaluated by in vivo micro-CT. After 4 weeks, the animals will be euthanized and the harvested calvaria evaluated by histological analysis. 

    In the subproject 3, the effect of BM-MSCs harvested from healthy rats on the osteoblastic differentiation of BM-MSCs from osteoporotic, diabetic and hypertensive rats will be evaluated using an indirect co-culture model. These studies are the first step aiming to apply these cell therapies to regenerate bone defects in the presence of such pathologies.

    This opportunity is open to candidates of any nationalities. The selected candidate will receive a FAPESP’s Post-Doctoral fellowship in the amount of R$ 7,373.10 monthly and a research contingency fund, equivalent to 15% of the annual value of the fellowship which should be spent in items directly related to the research activity.