Bolsa de PD em Evolução e Genômica

Post-doctoral fellowship in Evolution and Genomics

Nº: 1353

Área de conhecimento: Interdisciplinar

Field of knowledge: interdisciplinary

Nº do processo FAPESP: 16/50127-5

FAPESP process: 16/50127-5

Título do projeto: Evolução de venenos em serpentes

Project title: Snake venom evolution

Área de atuação: Evolução / Genômica / Filogenética Sistemática

Working area: Evolution / Genomics / Systematic Phylogenetic

Pesquisador principal: Érika Hingst-Zaher

Principal investigator: Érika Hingst-Zaher

Unidade/Instituição: Ohio State University

Unit/Instituition: Ohio State University

Data limite para inscrições: 15/01/2017

Deadline for submissions: 2017-01-15

Publicado em: 23/11/2016

Publishing date: 2016-11-23

Localização: 318 W. 12th Avenue Columbus

Locale: 318 W. 12th Avenue Columbus

  • Resumo Summary

    O Laboratório de Gibbs (https://u.osu.edu/gibbslab), no Departamento de Evolução, Ecologia e Biologia de Organismos da Ohio State University, oferece uma oportunidade de Pós-Doutorado na área de evolução de veneno de serpentes, com bolsa da NSF.

    O bolsista integrará a equipe de pesquisadores dos EUA e do Brasil, em projeto financiado conjuntamente por FAPESP e NSF, estudando a evolução do veneno em serpentes em escalas macro e microevoluticas.

    O grupo de pesquisadores inclui os Drs. D. Rokyta (Florida State University), C. Parkinson (University of Central Florida) e L. Gibbs (Ohio State University), I. Avezedo, A. Moura, E. Hingst-Zaher (Instituto Butantan) e H. Zaher (Universidade de São Paulo).

    O foco da pesquisa será o uso de análises comparativas para explorar a relação entre a variação do veneno no nível molecular e as taxas de especiação em serpentes peçonhentas, havendo ainda a oportunidade de explorar a relação entre genômica, proteômica e a variação funcional do veneno entre diferentes espécies.

    Parte do projeto envolve a visita aos laboratórios que compõem o grupo de pesquisa nos EUA e no Brasil e expedições de campo para coleta de material.

    O candidato deverá ter:
    - Doutorado em biologia evolutiva, sistemática filogenética, bioinformática ou áreas correlatas.
    - Experiência com análises comparativas e/ou evolução molecular.
    - Fluência em linguagens de programação, como Perl ou Python.
    - Publicações na área.

    Além disso, é desejável que tenha experiência anterior em análise de dados de genômica, transcriptômica e proteômica e ainda com o uso de recursos de computação associados a este tipo de análise.

    Data de início e duração: a vaga está aberta a partir de 15 de setembro de 2016. A duração inicial é de um ano, com a possibilidade de renovação por até três anos adicionais, dependendo da avaliação do desempenho. O valor anual é de $47.5K, com benefícios integrais.

    Processo de submissão: os candidatos interessados devem enviar para H. Lisle Gibbs (gibbs.128@osu.edu): 1) curriculum; 2) declaração de interesses de pesquisa e descrição das capacidades profissionais que atendem aos objetivos do projeto; 3) nomes e contatos de três referências. A seleção terá início em 15 de janeiro de 2017, com as entrevistas ocorrendo em fevereiro. Espera-se oferecer a posição para um dos candidatos em março de 2017.

    Sobre Columbus - Ohio
    O campus da Ohio State University fica em Columbus, a capital de Ohio. Columbus é o centro de uma área metropolitana diversa e em rápida expansão, com uma população de mais de 1,5 milhão de habitantes. A área oferece uma grande opção de moradias a preços acessíveis, muitas atividades culturais e recreativas, escolas excelentes e uma forte economia baseada no serviço público, em indústrias de serviços, transportes e tecnologia. Columbus tem sido frequentemente avaliada como uma das melhores cidades dos EUA no que diz respeito à qualidade de vida e selecionada como uma das melhores 10 cidades para afro-americanos pela revista Black Enterprise. Informações adicionais sobre a área de Columbus estão disponíveis em www.columbus.org.

    A Ohio State University seleciona seus colaboradores com base em uma política de oportunidades iguais. Todos os candidatos qualificados serão levados em consideração para a vaga, sem discriminação de raça, cor, religião, gênero, orientação ou identidade sexual, nacionalidade, deficiência ou condição de veterano.

    The Gibbs Lab (https://u.osu.edu/gibbslab/) in the Department of Evolution, Ecology and Organismal Biology, Ohio State University, has an opening for an NSF-funded Postdoctoral Research Associate for research on snake venom evolution. The postdoc will join a collaborative research group of US and Brazilian scientists funded through a joint NSF-FAPESP grant to study venom evolution in snakes at micro- to macroevolutionary timescales. Members of the group include D. Rokyta (Florida State University), C. Parkinson (University of Central Florida) and L. Gibbs (Ohio State University), I. Avezedo, A. Moura, E. Hingst-Zaher (Instituto Butantan) and H. Zaher (Universidade de São Paulo). The specific project will focus on using comparative analyses to explore the links between venom variation at the molecular level and rates of speciation in venomous snakes but there will also be the opportunity to be involved in research assessing links between the genomic, proteomic and functional variation in venom across species. There will be the chance to visit participating laboratories in the US and Brazil and participate in field work.

    Minimum qualifications:
    - PhD in evolutionary biology, phylogenetics, bioinformatics or a related field.
    - Expertise in comparative analyses and/or molecular evolution.
    - Fluency in a programming language such as Perl or Python.
    - Record of publication.

    Desired qualifications:
    - Experience with analyzing genomic, transcriptomic and proteomic data.
    - Experience with the use of high performance computing resources.

    Start date and duration

    The position is available since September 15, 2016. The initial appointment is for one year with the possibility of reappointment for three additional years pending satisfactory performance. The annual stipend is $47.5K with full benefits.

    Application process
    Interested candidates should send the following to H. Lisle Gibbs (gibbs.128@osu.edu): 1) a CV, 2) Statement of research interests and how current professional abilities match possible project goals, 3) Names and contact information for three references. Review of applications will start January 15, 2017 with interviews taking place in February. We hope to offer the position to a candidate by March 2017.

    About Columbus
    The Ohio State University campus is located in Columbus, the capital city of Ohio. Columbus is the center of a rapidly growing and diverse metropolitan area with a population of over 1.5 million. The area offers a wide range of affordable housing, many cultural and recreational opportunities, excellent schools, and a strong economy based on government as well as service, transportation and technology industries. Columbus has consistently been rated as one of the Top U.S. cities for quality of life, and was selected as one of the Top 10 cities for African Americans to live, work, and play by Black Enterprise magazine. Additional information about the Columbus area is available at www.columbus.org.

    The Ohio State University is an equal opportunity employer. All qualified applicants will receive consideration for employment without regard to race, color, religion, sex, sexual orientation or identity, national origin, disability status, or protected veteran status.