Bolsas de PD em Agronomia

Post-doctoral Felowships in Agronomy

Nº: 2331

Área de conhecimento: Economia

Field of knowledge: Economics

Nº do processo FAPESP: 2017/50420-7

FAPESP process: 2017/50420-7

Título do projeto: Avaliação de políticas públicas para o desenvolvimento de corredores verdes para a agro-logística no Brasil

Project title: Evaluation of Public Policies for the Development of Green Corridors to Agro Logistics in Brazil

Área de atuação: Políticas integradas de recursos hídricos, alimentos e energia

Working area: Integrated policies for water, food and energy

Quantidade de vagas: 2

Number of places: 2

Pesquisador principal: José Vicente Caixeta Filho

Principal investigator: José Vicente Caixeta Filho

Unidade/Instituição: ESALQ/USP

Unit/Instituition: ESALQ/USP

Data limite para inscrições: 14/09/2018

Deadline for submissions: 2018-09-14

Publicado em: 23/08/2018

Publishing date: 2018-08-23

Localização: Avenida Pádua Dias, 11, Piracicaba

Locale: Avenida Pádua Dias, 11, Piracicaba

E-mail para inscrições: jose.caixeta@usp.br

E-mail for proposal submission: jose.caixeta@usp.br

  • Resumo Summary

    O Acordo de Consórcio intitulado “Intelligent Urban Metabolic Systems for Green Cities of Tomorrow: an FWE Nexus-based Approach”, a ser desenvolvido sob o Fórum Belmont pela Universidade Nacional de Taiwan -- NTU (Taiwan), Universidade de São Paulo -- USP (Brasil), Instituto de Pesquisa para a Humanidade e a Natureza -- RIHN (Japão) e pela Universidade de Illinois em Urbana-Champaign -- UIUC (Estados Unidos), tem como um de seus patrocinadores a agência brasileira Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo -- FAPESP, através do número de processo 2017/50420-7. Os coordenadores técnicos de cada Parte são: Fi-John Chang (NTU); José Vicente Caixeta Filho (USP); Makoto Taniguchi (RIHN); Luis F. Rodríguez (UIUC).

    Para os trabalhos a serem desenvolvidos com o apoio da FAPESP, duas bolsas de Pós-Doutoramento deverão ser concedidas na sede do Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística Agroindustrial – ESALQ-LOG, vinculado à Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ-USP, Piracicaba, São Paulo. A duração de cada bolsa será de 33 meses, com a possibilidade de extensão de um período adicional de 3 meses.

    BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO #1

    Título: Corredores agrologísticos e modelagem de emissões de GEE
    Supervisor: José Vicente Caixeta-Filho
    Instituição: Universidade de São Paulo – USP / Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ

    Sobre

    O transporte de cargas no Brasil é altamente dependente de rodovias. As estradas nacionais representam cerca de 60% do total de cargas transportadas no Brasil, enquanto que, em outros países de tamanho continental essa participação é inferior a 30%. A elevada idade média da frota pesada e a infraestrutura ineficiente do transporte rodoviário (como a baixa densidade e a baixa qualidade das rodovias) enfraquecem a sustentabilidade do transporte rodoviário. Como resultado, a produtividade do transporte de cargas no país é baixa, enquanto o consumo de combustíveis fósseis e as emissões de gases de efeito estufa (GEE) são relativamente altos. De fato, as estatísticas indicam que o setor de transportes é responsável por cerca de 35% do consumo de produtos derivados do petróleo, e por mais de 40% das emissões de GEE no Brasil. No lado social, o número de acidentes envolvendo caminhões no Brasil é extremamente alto (aproximadamente 66.000 por ano). A baixa produtividade do transporte nacional também aumenta os custos do frete e afeta negativamente a competitividade dos produtos brasileiros, especialmente no setor agrícola. Há uma crescente conscientização de que as cadeias de suprimentos verdes também podem ser competitivas, seja porque a conscientização sobre o meio ambiente melhora a produtividade, ou porque os consumidores esperam que isso aconteça, sobretudo em países ricos. Nesse contexto, é essencial que os estudos sugiram políticas que promovam a logística ambientalmente correta por meio de incentivos para aumentar a produtividade e reduzir as emissões de GEE dos transportes. Tais políticas devem envolver ações de médio e longo prazos e focar no aumento da eficiência do sistema de transporte como um todo, gerando menores impactos ambientais. Por fim, essas políticas devem incentivar o desenvolvimento de corredores que sejam alinhados ao conceito de logística verde, reduzindo as emissões e promovendo a competitividade da agrologística brasileira.

    Objetivos

    i. Caracterizar os principais corredores logísticos de produtos agrícolas selecionados, e quantificar as emissões de GEE dos transportes de cargas;
    ii. Desenvolver uma metodologia de otimização matemática para produtos agrícolas selecionados que possa ser replicada para outras commodities no Brasil, e em outros países; e
    iii. Identificar potenciais investimentos em infraestrutura de transporte multimodal que possam ser criados e/ou expandidos.

    Plano de trabalho

    Os objetivos serão alcançados em 36 meses. As principais atividades envolvidas se encontram resumidas no seguinte Cronograma de Atividades:

    Ano 1 - Caracterização dos corredores agrologísticos a serem estudados

    1a. Seleção e caracterização de três cadeias agrologísticas relevantes;

    1b. Caracterização dos principais corredores agrologísticos em (1a);

    1c. Estruturação de um questionário para caracterizar a logística do agronegócio brasileiro;

    1d. Aplicação do questionário através de entrevista com agentes representativos do setor.

    Ano 2 - Modelagem do cenário atual

    2a. Construção de um banco de dados contendo informação detalhada sobre indicadores de transporte;

    2b. Desenvolvimento de um modelo matemático de otimização:

    i) Quantificar as emissões atuais de GEE nos corredores logísticos de produtos agrícolas selecionados;

    ii) Identificar corredores verdes onde as emissões de GEE pode ser reduzida com a infraestrutura já disponível

    Ano 3 - Identificação de investimentos potenciais para reduzir as emissões de GEE no transporte de cargas

    Ano 4 - Resultados e conclusões

    Metodologia de trabalho

    1- Caracterização dos principais corredores logísticos para produtos agrícolas selecionados

    Descrição:

    Entrevista com agentes envolvidos nos principais corredores de agrologística para (a) avaliar os principais obstáculos que inibem o uso de alternativas modais de transporte que poderiam reduzir os níveis de emissão; e (b) coletar informações sobre as políticas que contribuem para a adoção de ações para mitigar as emissões do transporte de carga.

    Principais atividades envolvidas:

    • Caracterização da cadeia logística dos três produtos mais relevantes (em termos de volume) no setor de agronegócio brasileiro, com destaque para os agentes envolvidos;
    • Caracterização dos principais corredores logísticos de produtos agrícolas selecionados (infraestrutura de transporte e armazenagem, fluxos, modais de transporte, capacidade de transporte multimodal etc.);
    • Aplicação de questionário com participantes do mercado para caracterizar a logística do agronegócio brasileiro, identificando os principais gargalos logísticos, fatores decisórios na escolha do modal de transporte, recomendações de novas infraestruturas e melhorias no sistema, entre outros;
    • Entrevistas com funcionários do governo, carregadores, tradings, agricultores, cooperativas, operadores logísticos, transportadores, entre outros.

    2- Modelagem do cenário atual

    Descrição:

    Desenvolvimento de um modelo de otimização matemática que permita (a) quantificar as emissões atuais de GEE envolvidas nos principais corredores logísticos de produtos agrícolas selecionados no Brasil; e (b) identificar corredores verdes onde as emissões de GEE possam ser reduzidas, considerando a infraestrutura disponível. Essa metodologia seria replicada em estudos semelhantes para outros produtos no Brasil, ou em outros países.

    Principais atividades envolvidas:

    • Construção de uma base de dados contendo informações detalhadas sobre transporte, tais como custos para diferentes modais, produção, consumo, exportação/importação, matriz de origem-destino, consumo de combustível, etc.;

    • Desenvolvimento de um modelo de otimização matemático para:

    i) quantificar as atuais emissões de GEE envolvidas nos principais corredores logísticos de produtos agrícolas selecionados no Brasil; e

    ii) identificar corredores verdes onde as emissões de GEE podem ser reduzidas com a infraestrutura já disponível.

    Descrição:

    Identificação dos investimentos em infraestrutura de transporte e armazenamento mais relevantes para mitigar as emissões e aumentar a eficiência energética, ou seja, as oportunidades logísticas que geram benefícios econômicos e ambientais através de novos corredores verdes.

    Principais atividades envolvidas:

    Recomendações estratégicas de expansão ou criação de infraestrutura de transporte multimodal e terminais multimodais destinados a reduzir as emissões de GEE. 

    Justificativa do plano de trabalho

    A proposta para essa bolsa contribui para um grupo de pesquisa existente e deve ser desenvolvida em associação com docentes de instituições de pesquisa no estado de São Paulo e de diferentes países. Além disso, o projeto de pesquisa proposto está fortemente ligado ao estudo atualmente desenvolvido pelo grupo responsável pela pesquisa em São Paulo. Portanto, este plano de trabalho está altamente relacionado aos objetivos do projeto principal “Avaliação de políticas públicas para o desenvolvimento de corredores verdes para a agrologística no Brasil”. Além disso, o desenvolvimento deste estudo também promoverá mais interação entre pesquisadores com grande experiência, jovens docentes e pesquisadores recém-formados de diferentes instituições localizadas no estado de São Paulo.

    O(A) candidato(a) deverá atender os requisitos descritos no site da Fapesp (http://www.fapesp.br/270#3.4) para concorrer à bolsa de pós-doutoramento. O valor líquido da bolsa (PD-BR) pode ser consultado em http://www.fapesp.br/3162.

    O bolsista participará das atividades relacionadas ao Projeto Principal, em regime de dedicação exclusiva (exceto nas condições previstas na  Portaria PR nº 05/2012) e contribuirá para o desenvolvimento e o andamento adequado dos estudos realizados, bem como na redação de relatórios e artigos científicos.

    As inscrições serão recebidas exclusivamente por e-mail, com documentação anexa em formato PDF e enviada ao Prof. Dr. José Vicente Caixeta Filho, pesquisador responsável do projeto (jose.caixeta@usp.br) até 14 de setembro de 2018.

    Os documentos necessários para a inscrição são:

    a) Súmula curricular (instruções em www.fapesp.br/sumula);
    b) Histórico escolar de pós-graduação completo, com os nomes das disciplinas por extenso, e do qual constem eventuais reprovações ou trancamentos de matrícula do candidato, emitido como documento oficial (com carimbo e assinatura ou com código de autenticidade). Sendo que o histórico escolar deve conter os critérios de aprovação (nota mínima) ou alternativamente declaração da instituição informando quais são os critérios;
    c) Certificado de conclusão do doutorado. Este certificado pode ser entregue posteriormente, até a data da confirmação de interesse, caso a bolsa seja concedida;
    d) Comprovante de afastamento sem remuneração ou de demissão para candidatos com vínculo empregatício. Pode ser entregue posteriormente, até a data da confirmação de interesse, caso a bolsa seja concedida;
    e) Carta de apresentação indicando a razão de interesse na bolsa, com um breve relato de sua experiência; 
    f) Duas cartas de recomendação. 

    BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO #2

    Título: Avaliação dos trade-offs entre custos econômicos e benefícios ambientais de políticas públicas que promovem a mitigação das emissões de GEE do transporte de cargas
    Supervisor: José Vicente Caixeta-Filho
    Instituição: Universidade de São Paulo – USP / Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ

    Sobre 

    O transporte de cargas no Brasil é altamente dependente de rodovias. As estradas nacionais representam cerca de 60% do total de cargas transportadas no Brasil, enquanto que, em outros países de tamanho continental essa participação é inferior a 30%. A elevada idade média da frota pesada e a infraestrutura ineficiente do transporte rodoviário (como a baixa densidade e a baixa qualidade das rodovias) enfraquecem a sustentabilidade do transporte rodoviário. Como resultado, a produtividade do transporte de cargas no país é baixa, enquanto o consumo de combustíveis fósseis e as emissões de gases de efeito estufa (GEE) são relativamente altos. De fato, as estatísticas indicam que o setor de transportes é responsável por cerca de 35% do consumo de produtos derivados do petróleo, e por mais de 40% das emissões de GEE no Brasil. No lado social, o número de acidentes envolvendo caminhões no Brasil é extremamente alto (aproximadamente 66.000 por ano). A baixa produtividade do transporte nacional também aumenta os custos do frete e afeta negativamente a competitividade dos produtos brasileiros, especialmente no setor agrícola. Há uma crescente conscientização de que as cadeias de suprimentos verdes também podem ser competitivas, seja porque a conscientização sobre o meio ambiente melhora a produtividade, ou porque os consumidores esperam que isso aconteça, sobretudo em países ricos. Nesse contexto, é essencial que os estudos sugiram políticas que promovam a logística ambientalmente correta por meio de incentivos para aumentar a produtividade e reduzir as emissões de GEE dos transportes. Tais políticas devem envolver ações de médio e longo prazos e focar no aumento da eficiência do sistema de transporte como um todo, gerando menores impactos ambientais. Por fim, essas políticas devem incentivar o desenvolvimento de corredores que sejam alinhados ao conceito de logística verde, reduzindo as emissões e promovendo a competitividade da agrologística brasileira.

    Objetivos

    Esta bolsa de pós-doutorado tem como objetivo:

    i. Selecionar políticas públicas no transporte de cargas para reduzir as emissões de GEE no médio e longo prazo;
    ii. Identificar/propor um conjunto de políticas públicas no Brasil que seja mais relevante para reduzir as emissões de GEE no médio e longo prazo; e
    iii. Identificar/propor um conjunto de políticas públicas no Brasil que seja mais relevante para reduzir as emissões de GEE no médio e longo prazo.

    Plano de trabalho 

    Os objetivos serão alcançados em 36 meses. As principais atividades envolvidas estão resumidas no seguinte Cronograma de Atividades:

    Ano 1 - Caracterização das políticas públicas de transporte de cargas para mitigação da emissão de GEE

    1a. Identificação de políticas públicas de transporte de cargas para mitigação de emissão de GEE;

    1b. Seleção e caracterização das políticas públicas a serem estudadas;

    1c. Construção da base de dados contendo informações detalhadas sobre indicadores de logística.

    Ano 2 - Modelagem de políticas públicas de transporte de cargas para mitigação da emissão de GEE

    2a. Desenvolvimento de um modelo de otimização matemática para:

    i) Quantificar os benefícios ambientais das políticas públicas estudadas

    ii) Quantificar os custos econômicos envolvidos em tais políticas

    Ano 3 - Avaliação dos trade-offs econômicos e ambientais das políticas públicas estudadas

    3a. Indicação das políticas públicas consideradas eficazes para promover a agrologística verde

    3b. Ranqueamento das políticas públicas mais relevantes no Brasil para redução da emissão de GEE a partir do transporte de carga

    Ano 4 - Resultados e conclusões

    Metodologia de Trabalho

    1- Caracterização das políticas públicas no transporte de cargas para mitigar as emissões de GEE no médio e longo prazo

    Descrição:

    Identificação e seleção de políticas públicas potenciais que contribuam para o desenvolvimento de corredores logísticos verdes, minimizando os GEE associados ao transporte de produtos agrícolas.

    Tais políticas públicas podem envolver, por exemplo:

    No médio prazo: desenvolvimento de programas de renovação de frota pesada; programas de logística reversa de veículos antigos (estratégia de descarte de veículos); investimentos na melhoria das condições das estradas; e incentivos para reduzir veículos inativos em operações de retorno de carga através de logística colaborativa;
    No longo prazo: investimentos em infraestrutura intermodal que promovem a redução de emissões de GEE e o desenvolvimento de novos corredores verdes.

    Essa metodologia seria replicada em estudos similares para outros produtos no Brasil, ou em outros países.

    Principais atividades envolvidas:

    • Identificação de políticas públicas no transporte de cargas que promovam a mitigação das emissões de GEE no médio e longo prazo;
    • Seleção e caracterização de políticas públicas relevantes a serem estudadas, a médio e longo prazo;
    • Construção de um banco de dados contendo informações detalhadas relacionadas às características da frota de caminhões, condições das estradas, infraestrutura de transporte existente e planejada, etc.

    2- Modelagem de políticas públicas no transporte de cargas para mitigar as emissões de GEE no médio e longo prazo

    Descrição:

    Desenvolvimento de um modelo de otimização matemática para avaliar a relação custo-efetividade de políticas públicas que contribuam para o desenvolvimento de corredores logísticos verdes, e que minimizem os GEE associados ao transporte de produtos agrícolas.

    Principais atividades envolvidas:

    • Desenvolvimento de um modelo de otimização matemática do sistema logístico para os produtos agrícolas selecionados, com o objetivo de:

    i) quantificar os benefícios ambientais de políticas públicas selecionadas (medidos em termos de toneladas de emissões de GEE evitadas);

    ii) quantificar os custos econômicos envolvidos em tais políticas. 

    3- Avaliação dos trade-offs entre custos econômicos e benefícios ambientais das políticas públicas estudadas

    Descrição:

    Análise dos resultados do modelo de otimização e determinação do custo-efetividade (US $/ton CO2e) de políticas públicas selecionadas; e identificação dos investimentos mais relevantes em políticas públicas para mitigar as emissões e aumentar a eficiência energética (ou seja, as oportunidades logísticas que geram benefícios econômicos e ambientais por meio de novos corredores verdes). 

    Principais atividades envolvidas:

    • Indicação de políticas públicas eficazes para promover a agrologística verde, considerando a mitigação potencial das emissões de GEE e seus respectivos custos monetários;

    • Identificação do alcance das políticas públicas no Brasil mais relevantes para reduzir as emissões de GEE do transporte de carga no médio e longo prazo.

    Justificativa do plano de trabalho

    A proposta para essa bolsa contribui para um grupo de pesquisa existente e deve ser desenvolvida em associação com docentes de instituições de pesquisa no estado de São Paulo e de diferentes países. Além disso, o projeto de pesquisa proposto está fortemente ligado ao estudo atualmente desenvolvido pelo grupo responsável pela pesquisa em São Paulo. Portanto, este plano de trabalho está altamente relacionado aos objetivos do projeto principal “Avaliação de políticas públicas para o desenvolvimento de corredores verdes para a agrologística no Brasil”. Além disso, o desenvolvimento deste estudo também promoverá mais interação entre pesquisadores com grande experiência, jovens docentes e pesquisadores recém-formados de diferentes instituições localizadas no estado de São Paulo.

    O(A) candidato(a) deverá atender os requisitos descritos no site da Fapesp (http://www.fapesp.br/270#3.4) para concorrer à bolsa de pós-doutoramento. O valor líquido da bolsa (PD-BR) pode ser consultado em http://www.fapesp.br/3162.

    O bolsista participará das atividades relacionadas ao Projeto Principal, em regime de dedicação exclusiva (exceto nas condições previstas na Portaria PR nº 05/2012) e contribuirá para o desenvolvimento e o andamento adequado dos estudos realizados, bem como na redação de relatórios e artigos científicos.

    As inscrições serão recebidas exclusivamente por e-mail, com documentação anexa em formato PDF e enviada ao Prof. Dr. José Vicente Caixeta Filho, pesquisador responsável do projeto (jose.caixeta@usp.br) até 14 de setembro de 2018.

    Os documentos necessários para a inscrição são:

    a) Súmula curricular (instruções em www.fapesp.br/sumula);
    b) Histórico escolar de pós-graduação completo, com os nomes das disciplinas por extenso, e do qual constem eventuais reprovações ou trancamentos de matrícula do candidato, emitido como documento oficial (com carimbo e assinatura ou com código de autenticidade). Sendo que o histórico escolar deve conter os critérios de aprovação (nota mínima) ou alternativamente declaração da instituição informando quais são os critérios;
    c) Certificado de conclusão do doutorado. Este certificado pode ser entregue posteriormente, até a data da confirmação de interesse, caso a bolsa seja concedida;
    d) Comprovante de afastamento sem remuneração ou de demissão para candidatos com vínculo empregatício. Pode ser entregue posteriormente, até a data da confirmação de interesse, caso a bolsa seja concedida;
    e) Carta de apresentação indicando a razão de interesse na bolsa, com um breve relato de sua experiência;
    f) Duas cartas de recomendação.

    The consortium agreement titled “Intelligent Urban Metabolic Systems for Green Cities of Tomorrow: an FWE Nexus-based Approach”, to be developed under the Belmont Forum by National Taiwan University (NTU) – Taiwan, University of São Paulo (USP) – Brazil, Research Institute for Humanity and Nature (RIHN) – Japan, and by University of Illinois at Urbana-Champaign (UIUC), USA, has as one of its sponsors the Brazilian agency “São Paulo Research Foundation” (FAPESP), through the grant number 2017/50420-7. The technical coordinators for each Party are: NTU, Fi-John Chang; USP, José Vicente Caixeta Filho; RIHN, Makoto Taniguchi; UIUC, Luis F. Rodríguez.

    For the assignments to be developed under the sponsorship from FAPESP, two Post-Doctoral fellowships will be available at the Research and Extension Group in Agro-industrial Logistics - ESALQ-LOG headquarters, which is part of the “Luiz de Queiroz” College of Agriculture – ESALQ-USP, in Piracicaba, São Paulo State. The duration of each fellowship will be 33 months, with the possibility of an extension of additional 3 months.

    ACTIVITY PLAN - POST-DOCTORAL FELLOWSHIP #1 

    Title: Agrologistic corridors and modelling of GHG emissions
    Supervisor: José Vicente Caixeta-Filho
    Institution: University of São Paulo – USP / Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ 

    About

    Freight transport in Brazil is highly dependent on highways. Roads account for about 60% of the total cargo transported in Brazil, while in other countries of continental size, such participation is less than 30%. The high average age of the heavy-duty fleet and the inefficient infrastructure of road transportation (such as the low-density and the poor quality of highways) weaken the sustainability of road transport. As a result, the productivity of freight transportation in Brazil is low, while the fossil fuel consumption and the greenhouse gas (GHG) emissions are relatively high. In fact, the statistics indicate that the transport sector is responsible for about 35% of consumption of the oil product and over 40% of GHG emissions in Brazil. On the social side, the number of accidents involving trucks in Brazil is extremely high (approximately 66,000 per year). The low productivity of national transport also increases freight costs and affects negatively the competitiveness of Brazilian products, especially in the agricultural sector. There is an increasing awareness that green supply chains can be also competitive, either because of the awareness of the environment helps productivity or because consumers expect it, particularly in wealthy countries. In this context, it is essential that studies suggest policies that promote environmentally-friendly logistics through incentives to increase productivity and reduce GHG emissions from transport. Such policies should involve medium and long-term actions, and focus on increasing the efficiency of the transport system as a whole, generating lower environmental impacts. Ultimately, such policies should encourage the development of flow corridors that are aligned to the concept of green logistics, reducing emissions and promoting the competitiveness of Brazilian agro-logistics.

    Objectives

    This Post-Doctoral fellowship aims to:

    i. Characterize the main logistics corridors of select agricultural products and to quantify GHG emissions from transport;
    ii. Develop a mathematical optimization methodology for select agricultural products that can be replicated for other commodities in Brazil and in other countries; and
    iii. identify potential investments in multimodal transport infrastructure to be created and/or expanded. 

    Work Plan

    The objectives will be achieved in 36 months. The main activities involved are summarized in the following Work Schedule: 

    Year 1 - Characterization of the agrologistics corridors to be studied

    1a. Selection and characterization of three relevant agrologistics chain;

    1b. Characterization of the respectives mainlogistics corridors;

    1c. Structuring a survey for the characterization of Brazilian agribusiness logistics;

    1d. Application of survey by interviewing representative stakeholders

    Year 2 - Modeling the current scenario

    2a. Construction of a database containing detailed information on transport indicators;

    2b. Development of an mathematical optimization model:

    i) to quantify the current GHG emissions in the logistics corridors of selected agricultural products;

    ii) to identify green corridors where GHG emissions can be reduced with the already available infrastructure

    Year 3 - Identification of potential investments to reducing the GHG emissions to freight transport 

    Year 4 - Results and Conclusions 

    Work Methodology 

    1- Characterization of the main logistics corridors of selected agricultural products 

    Description:

    Interview of agents involved in the main agro-logistics corridors in order to (a) evaluate the main obstacles that inhibit the use of modal alternatives for transportation that could reduce emission levels; and (b) to collect information about the policies that contribute to the adoption of actions to mitigate the transport emissions. 

    Main activities involved:

    • Characterization of the logistics chain of the three most relevant products (in terms of volume) in the Brazilian agribusiness sector, highlighting the agents involved;

    • Characterization of the main logistics corridors of select agricultural products (transport and storage infrastructure, flows, modes of transportation, capacity of multimodal transport etc.);

    • Survey market participants to characterize the Brazilian agribusiness logistics, identifying the main logistic bottlenecks, decision-making factors in the choice of the modal of transport, recommendations of new infrastructures and improvements in the system, among others;

    • Interview government officials, shippers, trading companies, farmers, cooperatives, logistics operators, carriers, among others. 

    2- Modeling the current scenario 

    Description:

    Development of a mathematical optimization model that allows (a) to quantify the current GHG emissions involved in the main logistics corridors of select agricultural products in Brazil; and (b) to identify green corridors where GHG emissions can be reduced, considering the available infrastructure. This methodology would be replicated in similar studies for other products in Brazil, or in other countries.

    Main activities involved:

    • Construction of a database containing detailed information on transport, such as costs for different modes, production, consumption, export/import, origin-destination matrix, fuel consumption etc.;

    • Development of an optimization mathematical model:

    i) to quantify the current GHG emissions involved in the main logistics corridors of selected agricultural products in Brazil; and

    ii) to identify green corridors where GHG emissions can be reduced with the already available infrastructure.

    3- Identification of the range of investments in Brazil relevant to reducing GHG emissions from freight transport

    Description:

    Identification of investments in transport and storage infrastructure more relevant to mitigate emissions and increase energy efficiency, i.e., the logistic opportunities that generate economic and environmental benefits through new green corridors.

    Main activities involved:

    • Strategic recommendations of expansion or creation of multimodal transport infrastructure and multimodal terminals aimed to reduce GHG emissions.

    Work Plan Justification

    The proposal for this fellowship contributes to an existing research group and should be developed in association with faculty from research institutions in São Paulo and in different countries. Moreover, the proposed research project is strongly linked to the study currently developed by the proposed host group in São Paulo. Therefore, this work plan is highly related to the objectives of the main project “Evaluation of public policies for the development of green corridors to agro-logistics in Brazil”. Moreover, the development of this study will also promote more interaction among distinguished researchers, young faculty and recent graduated researchers from different institutions located in the state of São Paulo. 

    All candidates must fulfill all requirements listed on the FAPESP website (http://www.fapesp.br/en/postdoc). The net value of the fellowship (PD-BR) can be found at http://www.fapesp.br/3162.

    The fellowship demands full-time dedication to the main project (except under conditions outlined in resolution PR Nº 13/2009, 15 July 2009). The fellowship holder will contribute to the development and to the adequate progress of the research project, as well as to the writing of reports and scientific articles.

    Candidates must submit their application exclusively by email by September 14, 2018, with documentation attached in PDF format, to Prof. Dr. José Vicente Caixeta Filho, the researcher in charge of the project, at jose.caixeta@usp.br.

    The list of documents required in the application process is:

    a) Curricular summary (instructions available at http://www.fapesp.br/en/6351);
    b) Official graduate program transcript, listing grades for all courses taken (including any courses not passed or incomplete). The transcript must include the minimum criteria for passing (e.g. minimum grade). The official transcript must contain either an official university stamp or other proof of authenticity;
    c) Doctoral degree diploma or certificate of conclusion. This document can be presented at a later time, but must be received before the fellow confirms his/her acceptance of the fellowship;
    d) Fellows who are currently employed must present a declaration from their current employer showing they are taking unpaid leave to participate in the project.  This document can be presented at a later time, but must be received before the fellow confirms his/her acceptance of the fellowship;
    e) Cover letter indicating reason for interest in the scholarship, with a brief summary of his/her related experience; 
    f) Two recommendation letters.

    ACTIVITY PLAN - POST-DOCTORAL FELLOWSHIP #2

    Title: Assessment of trade-offs between economic costs and environmental benefits of public policies promoting the mitigation of GHG emissions from freight transport.
    Supervisor: José Vicente Caixeta-Filho
    Institution: University of São Paulo – USP / Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ

    About

    Freight transport in Brazil is highly dependent on highways. Roads account for about 60% of the total cargo transported in Brazil, while in other countries of continental size, such participation is less than 30%. The high average age of the heavy-duty fleet and the inefficient infrastructure of road transportation (such as the low-density and the poor quality of highways) weaken the sustainability of road transport. As a result, the productivity of freight transportation in Brazil is low, while the fossil fuel consumption and the greenhouse gas (GHG) emissions are relatively high. In fact, the statistics indicate that the transport sector is responsible for about 35% of consumption of the oil product and over 40% of GHG emissions in Brazil. On the social side, the number of accidents involving trucks in Brazil is extremely high (approximately 66,000 per year). The low productivity of national transport also increases freight costs and affects negatively the competitiveness of Brazilian products, especially in the agricultural sector. There is an increasing awareness that green supply chains can be also competitive, either because of the awareness of the environment helps productivity or because consumers expect it, particularly in wealthy countries. In this context, it is essential that studies suggest policies that promote environmentally-friendly logistics through incentives to increase productivity and reduce GHG emissions from transport. Such policies should involve medium and long-term actions, and focus on increasing the efficiency of the transport system as a whole, generating lower environmental impacts. Ultimately, such policies should encourage the development of flow corridors that are aligned to the concept of green logistics, reducing emissions and promoting the competitiveness of Brazilian agro-logistics.

    Objectives 

    This Post-Doctoral fellowship aims to:

    i. model select public policies in freight transport to reduce GHG emissions in the medium and long term;
    ii. assess the trade-offs between economic costs and environmental benefits of public policies; and
    iii. identify/propose the range of public policies in Brazil that are more relevant to reduce GHG emissions in medium and long term.

    Work Plan 

    The objectives will be achieved in 36 months. The main activities involved are summarized in the following Work Schedule and are detailed in the sequence.

    Year 1 - Characterization of the public policies in freight transport for mitigating GHG emissions

    1a. Identification of public policies in freight transport for mitigating GHG emissions;

    1b. Selection and characterization of relevant public policies to be studied;

    1c. Construction of a database containing detailed information on logistic indicators.

    Year 2 - Modeling public policies in freight transport for mitigating GHG emissions

    2a. Development of an mathematical optimization model:

    i) to quantify the environmental benefits of studied public policies;

    ii) to quantify the economic costs involved in such policies

    Year 3 - Assessment of the economic and environmental trade-offs of public policies studied

    3a. Identification of effective public policies to promote green agro-logistics; 

    3b. Ranking of public policies in Brazil more relevant to reducing GHG emissions from freight transport

    Year 4 - Results and Conclusions 

    Work Methodology 

    Description:

    Identification and selection of potential public policies that contribute to the development of green logistics corridors, while minimizing the GHG associated with the transport of agricultural products.

    Such public policies can involve, for instance:

    - In the medium-term: development of heavy-duty fleet renewal programs; programs to reverse logistics of old vehicles (vehicles disposal strategy); investments in improving road conditions; and, incentives to reduce idle vehicles in return operations through collaborative logistics.

    - In the long-term: investments in intermodal infrastructure that promote GHG emissions reductions and the development of new green corridors. 

    This methodology would be replicated into similar studies for other products in Brazil or even in other countries.

    Main activities involved:

    • Identification of public policies in freight transport that promote the mitigation of GHG emissions in medium and long term;

    • Selection and characterization of relevant public policies to be studied, in the medium and long term;

    • Construction of a database containing detailed information related to characteristics of the truck fleet, conditions of the roads, existing and planned transportation infrastructure, etc. 

    2- Modeling public policies in freight transport for mitigating GHG emissions in medium and long-term 

    Description:

    Development of a mathematical optimization model to assess the cost-effectiveness of public policies that contribute to the development of green logistics corridors, while minimizing the GHG associated with the transport of agricultural products.

    Main activities involved:

    • Development of an optimization mathematical model of the logistics system for the select agricultural products to:

    i) quantify the environmental benefits of select public policies (measured in terms of tons of GHG emissions avoided);

    ii) quantify the economic costs involved in such policies. 

    3- Assessment of the trade-offs between economic costs and environmental benefits of public policies studied 

    Description:

    Analysis of the results of the optimization model, and the determination of the cost-effectiveness (US$/ton CO2e) of select public policies; and identification of the most relevant investments in public policies to mitigate emissions and to increase energy efficiency (i.e., the logistic opportunities that generate economic and environmental benefits through new green corridors).

    Main activities involved:

    • Indication of effective public policies to promote green agro-logistics, considering the potential mitigation of GHG emissions and their respective monetary costs;

    • Identification of the range of public policies in Brazil more relevant to reducing GHG emissions from freight transport in the medium and long term.

    Work Plan Justification 

    The proposal for this fellowship contributes to an existing research group and should be developed in association with faculty from research institutions in São Paulo and in different countries. Moreover, the proposed research project is strongly linked to the study currently developed by the proposed host group in São Paulo. Therefore, this work plan is highly related to the objectives of the main project “Evaluation of public policies for the development of green corridors to agro-logistics in Brazil”. Moreover, the development of this study will also promote more interaction among distinguished researchers, young faculty and recent graduated researchers from different institutions located in the state of Sao Paulo.

    All candidates must fulfill all requirements listed on the FAPESP website (http://www.fapesp.br/en/postdoc). The net value of the fellowship (PD-BR) can be found at http://www.fapesp.br/3162

    The fellowship demands full-time dedication to the main project (except under conditions outlined in resolution PR Nº 13/2009, 15 July 2009). The fellowship holder will contribute to the development and to the adequate progress of the research project, as well as to the writing of reports and scientific articles.

    Candidates must submit their application exclusively by email by September 14, 2018, with documentation attached in PDF format, to Prof. Dr. José Vicente Caixeta Filho, the researcher in charge of the project, at jose.caixeta@usp.br.

    The list of documents required in the application process is:

    a) Curricular summary (instructions available at http://www.fapesp.br/en/6351);
    b) Official graduate program transcript, listing grades for all courses taken (including any courses not passed or incomplete). The transcript must include the minimum criteria for passing (e.g. minimum grade). The official transcript must contain either an official university stamp or other proof of authenticity;
    c) Doctoral degree diploma or certificate of conclusion. This document can be presented at a later time, but must be received before the fellow confirms his/her acceptance of the fellowship;
    d) Fellows who are currently employed must present a declaration from their current employer showing they are taking unpaid leave to participate in the project.  This document can be presented at a later time, but must be received before the fellow confirms his/her acceptance of the fellowship;
    e) Cover letter indicating reason for interest in the scholarship, with a brief summary of his/her related experience; 
    f) Two recommendation letters.

    These opportunities are open to candidates of any nationalities. The selected candidate will receive a FAPESP’s Post-Doctoral fellowship in the amount of R$ 7,373.10 monthly and a research contingency fund, equivalent to 15% of the annual value of the fellowship which should be spent in items directly related to the research activity.