CPE em Controle Biológico de Pragas na Agricultura

O Centro de Pesquisa Avançada de São Paulo para Controle Biológico (SPARCBio) tem a missão de desenvolver um modelo de controle biológico de pragas para regiões tropicais por meio de pesquisa internacional competitiva. 

O SPARCBio recebe financiamento mediante acordo entre a FAPESP e a Koppert, empresa de origem holandesa que está sediada em Piracicaba desde 2011. A sede do centro é na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (Esalq-USP), com a coordenação do professor José Roberto Postali Parra

A pesquisa fundamental, orientada para aplicações inovadoras, deverá gerar conhecimento e a tecnologia produzida será transferida por meio de cursos de extensão.

Também está previsto a interação como o sistema educacional, principalmente nos níveis fundamental e médio, para disseminação de informações sobre o controle biológico de pragas por meio do Programa FAPESP de Pesquisa com o Ensino Público. 

A equipe de pesquisadores do centro desenvolverá ações inter e multidisciplinares envolvendo projetos em cinco linhas de pesquisa:

1) Prospecção de novos biocontroladores e sua distribuição geográfica;

2) Processos de produção e automação de macro e micro-organismos benéficos;

3) Novas formulações de micro-organismos (fungos, bactérias e metabólitos secundários);

4) Avaliação de riscos e benefícios do Controle Biológico; e

5) Estratégias para utilização de controle biológico e semioquímicos no Manejo Integrado de Pragas (MIP).

A organização do Centro prevê um Conselho Consultivo Internacional que, ao lado da Empresa Koppert, acompanhará os rumos da pesquisa para que os objetivos propostos sejam alcançados.