Helio Nogueira da Cruz

Helio Nogueira da Cruz

Coordenação Adjunta - Plano Diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Estado de São Paulo

Hélio Nogueira da Cruz é Chefe do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade  da Universidade de São Paulo, onde é professor titular desde 1989. Possui graduação (1971), mestrado (1975) e doutorado (1977) em Economia pela USP e pós-doutorado na mesma área pela Yale University (1978). Pesquisa e ensina nas áreas de Macroeconomia e Economia da Tecnologia. Coordena estudo sobre a internacionalização da economia brasileira e o papel das empresas brasileiras com investimentos no exterior.

Participa de seminários e debates sobre educação superior, em especial sobre o modelo de autonomia financeira e gestão universitária. Realiza estudos sobre os desafios das universidades em parceria com o Instituto de Estudos Avançados (IEA), Universidade da Califórnia, Unicamp, juntamente com o Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas da USP e o Center for Studies in Higher Education, da Universidade da Califórnia. Conduziu os trabalhos de elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI - da USP, no âmbito da Comissão Permanente de Avaliação – CPA.

Desde 1992 tem se dedicado a estudar temas relacionados à educação superior e à gestão universitária. A experiência na gestão da USP pode ser considerada, também, um verdadeiro laboratório de pesquisa, oferecendo material para estudos acadêmicos. Assim, por exemplo, publicou na Revista Brasileira de Economia, estudo econométrico sobre metodologia de avaliação de custos nas universidades públicas, utilizando dados referentes à USP (2003). Participou de debates no “Seminário sobre Responsabilidades Públicas das Universidades da América Latina e Caribe” (1997), no “Seminário sobre Qualidade da Educação Superior” (1998), organizado pela Universidade do Chile e no “Fórum de Pró-Reitores de Planejamento das Instituições Federais de Ensino Superior – FORPLAD” (1998, 2004 e 2005).

Apresentou estudos sobre a experiência de autonomia universitária, em Porto Alegre (1999); sobre o Sistema de Informações e Indicadores da USP e a Gestão Universitária, no “Seminário sobre Financiamento da Educação Superior, Tendências e Inovações” (Venezuela/2000), organizado pelo Centro Interuniversitário de Desarollo – CINDA; sobre avaliação institucional e sobre autonomia e recursos orçamentários no “Fórum de Políticas Universitárias da USP” (2001). Apresentou estudos nos eventos da Associação das Universidades de Língua Portuguesa – AULP (2004, São Paulo, e 2005, Lisboa). Em 2006 apresentou estudo sobre “Diversidade e Heterogeneidade do Ensino Superior - O Plano Diretor do Ensino Superior no Estado de São Paulo” no “Seminário Internacional de Direito e Educação”, promovido pela FD-USP.

Em 2007 participou do Seminário “Ensino Superior numa era de Globalização: Comparando Políticas Nacionais de Inclusão Social e Financiamento”, promovido pelo NUPPs/NUPRI/ALESPE, onde apresentou estudo sobre “A Economia do Ensino Público Superior Paulista”. Em 2010 apresentou estudo sobre “Gestão Universitária, Autonomia e Avaliação: a experiência da USP” no Seminário “Universidade Pública no Século XXI”. Em novembro de 2010, participou do 1º Ciclo de Debates da UNESP sobre a “Universidade Pública Brasileira no Decorrer do Próximo Decênio” e, em maio de 2011, do 2º ciclo sobre a “Universidade e os Indicadores Nacionais e Internacionais”.

Em novembro de 2012 participou de Colóquio Internacional de Gestão Universitária das Américas, na cidade de Vera Cruz/México, apresentando o estudo “Desafios do Financiamento das Universidades Estaduais Paulistas”. Em março de 2013 apresentou estudo sobre “Autonomia, Avaliação e Planejamento: Reflexões sobre a Experiência da Universidade de São Paulo”, na Universidade de Maringá/PR e em setembro deste ano foi convidado pela Universidade do Chile para apresentar a “Experiência da USP e a Avaliação Institucional” ao Conselho Universitário daquela Instituição. 

Na USP, sua carreira de administrador acadêmico começou como Chefe do Departamento de Economia da FEA (1990-1991). Em seguida (1991-1992) foi diretor do Departamento Financeiro da Coordenadoria de Administração Geral (Codage). Nos períodos de 1991-1992 (gestão do Prof. Roberto Leal Lobo e Silva Filho) e de 1993 a 2001 (gestões: Prof. Flávio Fava de Moraes e Prof. Jacques Marcovitch) foi Coordenador da Coordenadoria de Administração Geral (Codage).  Nos períodos de 2002 a 2006 (gestão do Prof. Adolpho José Melfi) e de 2010 a 2013 (gestão do Prof. João Grandino Rodas), foi eleito Vice-Reitor.

Presidiu a Comissão de Qualidade e Produtividade da USP (1995 a 2005). Nos períodos de 2002 a 2006 e de 2010 a 2013, presidiu a Comissão Permanente de Avaliação, onde, no segundo período, além das atividades de Avaliação Institucional, conduziu pesquisas sobre Egressos da USP e sobre os Alunos Aprovados no Vestibular que Desistiram das Matrículas na USP. Presidiu a Comissão de Planejamento (2011 a 2013), onde, em parceria com o Center for Higher Education Policy - CHEPS, da Universidade de Twene, Holanda, coordenou estudo sobre “Indicadores da USP” e sua comparação com grande grupo de universidades europeias, projeto denominado U-MAP.

Presidiu, ainda, a Comissão de Gestão da Política de Apoio à Permanência e Formação Estudantil (2010 a 2013); a Comissão de Convênios (2010 a 2013); a Comissão de Implantação do Campus II, em São Carlos (2002 a 2005 e de 2011 a 2013); a Comissão do Prêmio "Excelência Acadêmica Institucional” (2010 a 2013); a Comissão de Claros Docentes (2002 a 2006 e de 2010 a 2012); o Comitê Gestor do Programa de Bolsas para Pesquisador Visitante Internacional (2011 a 2013). 

Presidiu o Conselho Curador da Fuvest (2002 a 2006 e de 2010 a 2013) e foi membro do Conselho Curador da Fundação Universidade de São Paulo – FUSP (1992 a 2003) e da Fundação SEADE (1995 a 2005). É membro do Conselho Curador da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE, da Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap) e preside o Comitê Fiscal da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, onde também foi membro do Conselho Curador no período 2011-Agosto/2014.

Em 2005 recebeu o prêmio “Spencer Vampré” oferecido pela Faculdade de Direito e em 2011 recebeu o Título de Cidadão Honorário de São Carlos, concedido pela Câmara Municipal daquela cidade, bem como a Láurea “Inovação e Tecnologia”, da Ordem dos Economistas do Brasil.