English version

FAPESP e G3 assinam acordo de cooperação

FAPESP e G3 assinam acordo de cooperação

Objetivo é promover a colaboração científica entre pesquisadores do Estado de São Paulo, da Université de Montréal, da Université Libre de Bruxelles e da Université de Genève

A FAPESP assinou um acordo de cooperação em pesquisa com a Université de Montréal, no Canadá, a Université Libre de Bruxelles, na Bélgica, e a Université de Genève, na Suíça, grupo denominado Parceria G3. A reunião de assinatura reuniu representantes das quatro instituições na sede da FAPESP, em São Paulo, no dia 12 de maio de 2014.

O objetivo do acordo é promover a colaboração científica entre pesquisadores das três universidades de língua francesa e pesquisadores do Estado de São Paulo, em todas as áreas do conhecimento.

FAPESP e G3 estabelecerão fundos de fomento a fim de financiar seus pesquisadores no âmbito do acordo. Cada projeto de pesquisa selecionado será financiado em até US$ 20.000 anuais por cada signatária, por um período máximo de dois anos.
 
“A cooperação proposta pela FAPESP e pelas universidades do G3 adiciona valor à pesquisa desenvolvida por pesquisadores apoiados pelas duas partes ao estabelecer um contexto para publicações conjuntas. No âmbito de programas de pesquisa de longo prazo sobre biodiversidade, energias renováveis e mudanças climáticas, esses resultados contribuem para a qualidade dos processos de decisão nessas áreas”, disse Celso Lafer, presidente da FAPESP.
 
“É muito importante para nós ter um parceiro como a FAPESP, uma agência de fomento capaz de nos guiar para o desenvolvimento de projetos interessantes e oferecer uma espécie de garantia de qualidade às pesquisas que poderão surgir a partir de nosso acordo”, afirmou Margareta Baddeley, vice-reitora da Université de Genève.
 
 “Vemos muitas universidades procurando colaborações com diversos países, mas acreditamos que o Brasil é um dos principais locais em que nossos pesquisadores devem estar atualmente. Sabemos que este acordo é para pesquisa, mas queremos também promover o intercâmbio e a mobilidade entre nossos estudantes”, disse Serge Jaumain, vice-reitor de Relações Internacionais da Université Libre de Bruxelles.

Guy Breton, reitor da Université de Montréal, afirmou que “a associação que constituímos entre as três universidades francófonas permite identificar projetos em comum entre elas e encontrar outros parceiros como forma de estimular uma visão mais ampla da pesquisa em diferentes áreas. Isso abre um novo horizonte para o conhecimento”. 

Também estiveram presentes na assinatura do acordo Pierre Quertenmont, chefe do Gabinete de Relações Internacionais da Université Libre de Bruxelles, Virginia Subiñas, assessora técnica da diretoria científica da FAPESP, Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP, Yves Quay, diretor de Relações Internacionais da Université de Montréal, Stéphanie Dion, assessora de Relações Internacionais da Université de Montréal, e Stéphane Berthet, secretário geral da Université de Genève.

O acordo tem vigência de cinco anos e está disponível em www.fapesp.br/8583.