Currículos dos Palestrantes

 

Recursos Hídricos e Agricultura

Prof. Dr. Samuel Beskow

O gaúcho, da cidade de Pelotas, Samuel Beskow, tem 31 anos, é formado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Pelotas, possui mestrado em Engenharia Agrícola na área de Irrigação e Drenagem e doutorado em Engenharia Agrícola na área de Engenharia de Água e Solo, ambos pela Universidade Federal de Lavras. Seu doutorado foi realizado na modalidade “sanduíche”, junto à Purdue University, dos Estados Unidos e seu pós-doutorado na Universidade Federal de Pelotas, como bolsista da CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Beskow tem significativa importância para o crescimento da área de pesquisa em Engenharia de Água e Solo. Seus trabalhos de mestrado e doutorado tiveram como temas, respectivamente, A estimativa das perdas de água em sistemas de irrigação por aspersão e A modelagem hidrológica de bacias em ambiente SIG. Em ambos os casos destaca-se pela contribuição inovadora, pelo rigor científico e pela amplitude da aplicação de seus resultados. Como produto de sua tese de doutorado, Beskow criou um modelo de simulação hidrológica, que recebeu o nome de LASH, Lavras Simulation Hydrology. Atualmente é professor adjunto na área de hidrologia na Universidade Federal de Pelotas, onde coordena o Laboratório de Simulação Hidrológica e Processamento de Dados e também o Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos. Já publicou diversos artigos e capítulos de livros e atua como revisor em vários periódicos nacionais e internacionais.

Prof. Dr. Klaus Reichardt

O paulista da cidade de Santos, Klaus Reichardt, de 72 anos, possui graduação e doutorado em Agronomia pela Universidade de São Paulo, livre-docência em Física e Meteorologia, pela mesma instituição e PhD em Ciência do Solo, pela Universidade da Califórnia. É reconhecido nacional e internacionalmente pelo seu trabalho nas áreas de aplicação de energia nuclear na agricultura, agrometeorologia e física da água no solo. Colaborou com assuntos pioneiros, como a Tomografia Computadorizada para medida de água no solo, escalonamento de propriedades físicas do solo relacionadas à retenção de água, bem como com geoestatísticas e state space, base de trabalhos na área de agricultura de precisão. Participou ainda da elaboração de três softwares sobre cálculo de características e propriedades hídricas do solo. Foi chefe da seção de solos e irrigação do programa conjunto FAO/IAEA de técnicas nucleares para alimentos e agricultura, em Viena, Áustria e professor dos Colleges in Soil Physics, do Centro Internacional de Física Teórica das Nações Unidas em Trieste, Itália. Publicou mais de 200 trabalhos em revistas científicas, nacionais e internacionais, além de 17 capítulos de livros. Orientou 31 dissertações de mestrado e 34 teses de doutorado. Atualmente é professor titular aposentado e pesquisador do Centro de Energia Nuclear na Agricultura, da Universidade de São Paulo, fellow da Soil Science Society of America e da American Society of Agronomy, membro da Academia Brasileira de Ciências e da Third World Academy of Sciences e bolsista de produtividade em pesquisa 1A do CNPq. Recebeu diversos prêmios e títulos, como Comendador na Ordem nacional do Mérito Científico, do Ministério da Ciência e Tecnologia e Prêmio Jabuti, como colaborador da Enciclopédia Agrícola, publicada pela Edusp.