Questionamento do Pregão Presencial nº 19/2006

Recebemos questionamento com relação ao Pregão nº 19/2006, que ora informamos aos demais interessados, com o respectivo esclarecimento prestado pela FAPESP.


1. Questionamento MICROMAX: "A carta de solidariedade do fabricante poderá ser do fabricante para o distribuidor e do distribuidor para a revenda, visto que o fabricante não fornece essa carta diretamente para a revenda. O Intel Core Duo T2300, conforme catálogo PDF do fabricante é de 1,66 Ghz e é solicitado como 1,83 Ghz que seria o Intel Core Duo 2400. Qual deverá ser ofertado, o 2400 com 1,83 ou será aceito o 2300 com 1,66 Ghz?"

Resposta FAPESP: Esclarecemos que houve um erro de digitação. Assim, solicitamos que a descrição "INTEL CORE DUO T2300 1,83 Ghz", seja substituída por "INTEL CORE DUO T2300 1,66Ghz", nos dois modelos de notebooks requeridos. Reiteremos também que só será aceita a carta solidariedade do fabricante, não terá validade para o pregão a carta do distribuidor.



2. Questionamento SEMP TOSHIBA: "Com relação ao Memorial Descritivo, no seu capítulo das interfaces de I/O, é pedida uma interface Card Bus, interface essa que se baseia no antigo padrão PCMCIA. Os Notebooks da Semp Toshiba substituem este padrão por um Express Card, baseado no atual padrão PCI Express. Perguntamos se será aceito solução com Express Card ao invés do Card Bus? Perguntamos ainda se, aceita a opção Express Card, a rede 10/100/1000 poderá ser oferecida conectada a interface?"

Resposta FAPESP: Esclarecemos que a exigência do Slot padrão PCMCIA se faz necessária, pois muitos periféricos mesmo atualmente são fabricados neste padrão. A placa de rede integrada ONBOARD também é necessária para que o slot PCMCIA fique disponível para a utilização de outros dispositivos.

 

Versão para impressão | URL: fapesp.br/2533