English version

FAPESP e Medical Research Council selecionam pesquisa sobre Zika

FAPESP e Medical Research Council selecionam pesquisa sobre Zika

Projeto colaborativo reunirá pesquisadores da USP e do Imperial College London (foto: Wikimedia)

A FAPESP e o Medical Research Council (MRC), do Reino Unido, anunciam o resultado de uma iniciativa de resposta rápida para financiar pesquisas sobre o vírus Zika publicada em fevereiro.

FAPESP e MRC consideram crítico que evidências robustas dos riscos associados com a transmissão e infecção por vírus Zika sejam obtidas o mais rapidamente possível, de modo a garantir o estabelecimento de medidas adequadas para poder prevenir e lidar com o problema.

Para apoiar o levantamento de evidências, o MRC lançou uma iniciativa no valor de £ 1 milhão – no âmbito do recém-anunciado Global Challenges Research Fund – para pesquisadores capazes de conduzir estudos sobre o vírus Zika e sua epidemia.

O financiamento oferecido pela FAPESP aos pesquisadores no Estado de São Paulo, que atuarão em parceria com pesquisadores britânicos, se dará por meio da modalidade Auxílio à Pesquisa – Regular.

A chamada esteve aberta a propostas de curto prazo (de 12 a 18 meses) que forneçam abordagens novas, críticas e oportunas sobre a natureza do risco promovido pelo vírus Zika ou que levem a caminhos potenciais para prevenção e tratamento.

Proposta selecionada:

Pesquisadores

Projeto

João Santana da Silva
Departamento de Bioquímica e Imunologia - USP

Daniel Martin Altmann
Imperial College London

CD4 T cell immune correlates of Zika virus exposure

N° do processo FAPESP: 2016/50123-0

A chamada está publicada em: www.fapesp.br/10040.